BEM VINDO!!!

Olá,

Aqui no Lugar da Fala você encontra dicas, textos e outras informações para se comunicar bem.

Comunique-se e seja bem vindo!!!


Já viu os e-books que escrevi para você? Clique abaixo!

Já viu os e-books que escrevi para você? Clique abaixo!
E-books exclusivos
Está gostando deste blog?
Deixe seu comentário e vote na classificação dos textos!
É só um clique: contribua, assim, para a escolha dos próximos assuntos a serem publicados.
O Lugar da Fala é feito para compartilhar temas de comunicação.
Obrigada, mais uma vez, por sua visita!

Queridos leitores, pretendo lançar outros e-books. Me digam sobre o que gostariam de saber mais:

quinta-feira, 7 de maio de 2015

Quando os pais advinham o que as crianças querem

Olá,
Eu voltei antes do que de costume para dar umas dicas que a Regiane, leitora do blog me pediu.
Vejam que comentário interessante:

Oi Kátia! 
Adorei suas dicas, sou professora de educação infantil, tenho uma criança de 3 anos que não fala praticamente nada, nem a palavra mãe ele fala certo, acho que ele se acostumou, pois ele faz " an, an, an" e a mãe adivinha o que ele quer [...]. Tenho falado com ela e pedido que ela não adivinhe o que ele quer que estimule ele a falar, na escola essa técnica tem dado resultado, ele ja está falando algumas palavras melhores, e até tenta cantar musiquinhas, no restante é uma criança normal. Você pode me dar algumas dicas. 

Grata. Regiane

Re, você está certa na sua orientação. 
As crianças falam também porque têm necessidade. Quando os pais falam antes ou já atendem as necessidades das crianças, elas tendem a repetir este comportamento, achando que todos, inclusive na escola entenderão a sua "fala".
É bom quando os colegas e professores não entendem, pois faz com que a criança perceba que sua fala não é clara. Por outro lado, isso é confuso e desgastante para a criança, porque ela não entende o motivo pelo qual os outros não a compreendem.

A dica que eu dou para orientar as famílias é:
- Sim, você quer ajudá-lo, mas vou dizer um jeito de você ajudar MAIS AINDA. Deixe que ele tente falar o que quer, mesmo que as palavras não saiam completas e claras imediatamente. Pergunte o que ele quer? Vá aproximando a sua fala da fala dele. Repita apenas a palavra correta poucas vezes.

Professores, assim  vocês poderão fazer boas parcerias com as famílias!
Bom trabalho!

Ei, vocês viram o presente que preparei para vocês? Já foram pegar? 
Fiquem à vontade para fazer perguntas sobre o conteúdo do mini e-book. Estou aqui para respondê-las!
abraços

Nenhum comentário:

Quem esteve aqui este mês