BEM VINDO!!!

Olá,

Aqui no Lugar da Fala você encontra dicas, textos e outras informações para se comunicar bem.

Comunique-se e seja bem vindo!!!


Já viu os e-books que escrevi para você? Clique abaixo!

Já viu os e-books que escrevi para você? Clique abaixo!
E-books exclusivos
Está gostando deste blog?
Deixe seu comentário e vote na classificação dos textos!
É só um clique: contribua, assim, para a escolha dos próximos assuntos a serem publicados.
O Lugar da Fala é feito para compartilhar temas de comunicação.
Obrigada, mais uma vez, por sua visita!

Queridos leitores, pretendo lançar outros e-books. Me digam sobre o que gostariam de saber mais:

domingo, 22 de agosto de 2010

Dificuldades de fala em adultos



Respondendo aos leitores que perguntam se há tratamento para adultos que apresentam dificuldades na fala:
Sim. E, muitas vezes, o tratamento e mesmo a resolução do problema é simples, uma vez que, na idade adulta, a maior consciência das dificuldades e suas conseqüências no trabalho e na vida social, incentiva os clientes a praticarem com assiduidade o que foi recomendado na fonoterapia.
Expressões faciais e corporais, audição, gestos e intenção, além da fala, devem ser analisados como um conjunto de elementos que resultam na comunicação, onde muitos fatores são levados em conta.
Você já procurou um fonoaudiólogo para avaliar sua fala?

Mais dicas e comentários sobre comunicação de adultos e comunicação no trabalho no blog Palavra Chave.

122 comentários:

Sérgio Feitosa da Silva disse...

Muitas vezes, o problema começa com uma auto-estima baixa. Muitas pessoas tem um intenso complexo de inferioridade e se veem com problemas para falar em público. Acontecia assim comigo anteiromente, mas já melhorei bastante.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olhem que contribuição legal que o Dr. Sérgio nos coloca sobre falar em público - isso é mais comum do que se pensa, não é mesmo?
Obrigada.
Abraço pra você

Sheila disse...

Estou tendo dificuldades em falar e escrever no idioma nativo. Será que o meu caso é também resolvido com o fonoaudiólogo.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Sheila?
A área da comunicação oral e escrita, habilidades relacionadas e seus efeitos são de competência do profissional fonoaudiólogo, sim.
Desejo que você tenha um ótimo acompanhamento fonoaudiológico!
Um abraço

Anônimo disse...

olá!
tenho muita dificuldade de falar algumas palavras e até fico um pouco receoso com isso gostaria de saber a quem recorrer ou se é só uma bobeira minha.?
Minha maior dificuldade é com palavras como:
Problema, Flávia, cérebro...

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá leitor anônimo
Quando você diz que tem "muita dificuldade" não pode ser bobeira sua. Procure uma avaliação com um fonoaudiólogo.
Agradeço a visita. Volte sempre aqui no blog!

Anônimo disse...

Olá !

Tenho 29 anos,e desde criança tenho dificuldade sde pronunciar os s,c,z,falo como se tivesse de boca cheia,já usei a parenho ortontico e fiz algumas sessões de fono,sinto-me constrangida em falar em publico.Como posso melhorar a dicção ???


Grata : Melissa Silva.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Melissa
Há possibilidades de melhorar a sua fala com exercícios específicos para estes fonemas nos quais você relata dificuldade, mas a escolha destes dependerá da sua estrutura física, de como estão funcionando a sua respiração, deglutição e articulação da fala.
Você relata que fez tratamento fonoaudiológico, mas provavelmente não fez todas as sessões necessárias. Sugiro que volte ao seu fonoaudiólogo e continue o acompanhamento para que possa ver os resultados.
Um abraço e seja sempre bem vinda aqui no Lugar da Fala

Anônimo disse...

Tenho 24 anos,e deste criança tenho dificuldade de pronunciar algumas palavras,principalmente com j,rr,ch,x,antes de pronunciar as palavras tenho que pensar muito em sua pronuncia e falar elas devagar,mas algumas vezes mesmo assim elas saem erradas.E estou notando que o meu problema vem se piorando com o tempo,será que um tratamento na fonodiologa podera me ajudar?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá leitor (a)
As dificuldades de pronúncia, mesmo na idade adulta podem ser tratadas.
Procure uma avaliação fonoaudiológica para ter orientações sobre o seu caso e as possibilidades de tratamento.
Um abraço e obrigada pelo contato

Anônimo disse...

Tenho dificuldade de pronunciar algumas palavras
na hora de falar sai tudo errado o que faço.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caro leitor (a)
A dificuldade de "pronúncia" como você coloca, pode estar ligada a aspectos orgânicos, funcionais, culturais, emocionais e até um composto destes que eu citei. Uma avaliação com um fonoaudiólogo trará informações para ver quais são as dificuldades e como resolver.
Agradeço sua visita e espero ter ajudado

Anônimo disse...

Tenho dificuldade de pronunciar algumas palavras
na hora de falar sai algumas coisas erradas e a minha escrita nao é tão bo assim.o que faço?Por favor tem como vc passar alguns exercicios para eu fazer em casa?

Anônimo disse...

Minha mae nao tem muito estudo e muito menos a minha familia e quando eu era pequena mandava q minha mae procurasse um fonoaudiólogo para mim mas a comdição q viviamos não dava para ir.Hj Tenho dificuldade de pronunciar algumas palavras
na hora de falar sai algumas coisas erradas e a minha escrita nao é tão bo assim.o que faço?Por favor tem como vc passar alguns exercicios para eu fazer em casa? e o pior o meu sonho e ser professora e tenho medo de perder o meu sonho?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Prezada leitora anônima
Obrigada pelo contato e pela visita ao Lugar da Fala.
Em geral, as dificuldades de fala e escrita são suprimidas com acompanhamento fonoaudiológico, pois é por meio da avaliação deste profissional que ele poderá indicar quais aspectos e funções devem ser trabalhadas. Leia mais sobre indicação de exercícios em: http://lugardafala.blogspot.com/2010/10/indicacao-de-exercicios.html
Boa consulta!

Anônimo disse...

Dra.Kátia
minha mãe sempre falou certo e sem problemas inclusive é uma professora aposentada,a +- um ano e meio ela começou com dificuldade na fala ela faz um esforço muinto grande,como se tivesse embolando a voz ja faz alguns exames inclusive reconancia com um neuro mas ñ conseguimos muinto exito estamos preocupados. qual seria a proxima especialidade médica que deveriamos procurar?
espero sua resosta desde já agradeço Andréa Reis

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Andréa?
Vocês já procuraram uma especialidade bem ampla que é a neurologia. O que o médico disse? Que os exames tiveram resultados normais? Recomendou acompanhamento periódico? Recomendou algum outro especialista? Tenham em mente o que foi orientado.
Bem, o ser humano é muito complexo, há muitas possibilidades para estes sinais que você referiu. Algumas doenças começam a se manifestar através da fala.
Penso que, se um fonoaudiólogo pudesse vê-la, identificaria se a alteração é mais expressiva na articulação da fala, nas praxias motoras, no trato vocal, e ajudaria no encaminhamento para outro especialista, se necessário, a fim de esclarecer o diagnóstico.
Pelos poucos dados que me informou, recomendo que sua mãe seja avaliada por um fonoaudiólogo, mas é muito provável que este acompanhamento aconteça em conjunto com outra(s) especialidade(s) da área da saúde.
Fique tranquila, busque um fonoaudiólogo na sua cidade e tenha uma boa consulta!
Um abraço

Anônimo disse...

Boa noite.
Tenho dificuldade para falar desde criança, mas já melhorei muito, mas muito mesmo.So que não o suficiente pra falar perfeitamente. Sei o que tenho que falar, as vezes minha lingua vibra com vontade de falar mas a voz não sai.Principalmente quando estou nervosa.Tenho provas orais e isso me prejudica muito, pois sei sobre o assunto mas acabo passando insegurança para meus instrutores. Gostaria de saber o que fazer se isso um dia vai parar? E alguns exercicios para melhorar.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Cara leitora anônima
As dificuldades de fala podem ser resolvidas ou amenizadas com acompanhamento fonoaudiológico, pois é por meio da avaliação deste profissional que ele poderá indicar quais aspectos e funções devem ser trabalhadas. Leia mais sobre indicação de exercícios em: http://lugardafala.blogspot.com/2010/10/indicacao-de-exercicios.html
Agradeço o contato e a visita ao Lugar da Fala! Volte sempre!

Anônimo disse...

tenho dificuldade de pronuciar a palavra problema como posso melhorar

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Respondendo a sua pergunta: "Como posso melhorar?" - é preciso primeiro saber se há uma alteração muscular e/ou orgânica, se a dificuldade relaciona-se ao padrão articulatório regional, ou ainda se é uma dificuldade seqüencial de sons.
Uma avaliação fonoaudiológica poderá esclarecer a causa e então orientá-lo na solução.
Agradeço sua visita!

Anônimo disse...

tenho dificuldade de pronuciar palavras como claro planalto

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Você já treinou pronunciá-las? Se consegue, mas com alguma dificuldade, pode treinar sozinho(a) repetidamente.
Não consegue sozinho (a)? Sugiro uma avaliação fonoaudiológica.
Obrigada pela visita! Volte outras vezes aqui no Lugar da Fala

JB disse...

Boa tarde Doutora,
Tenho um problema um pouco complicado. Quando preciso expor minhas idéias a alguem, não consigo falar continuamente. tenho que falar pausadamente procurando uma melhor forma de deixar claro meu raciocinio, mas acabo me enrolando mais ainda e as palavras saem meio enroladas ou acabo falando errado. Para sua melhor análise, segue algumas informações.
- Todo fim de semana tomo bebida alcoólica;
- fumo um maço de cigarro por dia;
- Tenho bastante medo de falar em publico.
- Não tenho uma memória muito boa.

Por favor doutora, veja se pode me ajudar.

Grato,
JB

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caro JB
Obrigada por seu contato.
Dificuldades para organizar ideias e argumentos podem resultar em problemas na fluência da fala, além do que você relata de que a expressão oral sai "enrolada" ou pouco clara.
As informações adicionais, você já sabe, são agravantes. Comece eliminando as substâncias nocivas à saúde vocal (álcool e tabaco) e procure um fonoaudiólogo para ajudá-lo com sua linguagem oral.
Boa consulta!

Anônimo disse...

Para melhorar a dicção,entre outros problemas é necessario muitas consultas ao fono?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Para apenas "melhorar" a dicção (na ausência de problemas de fala como falar mais claro, falar mais forte, falar mais devagar) não deve ser um processo demorado, é claro, com empenho da pessoa em seguir as recomendações do fonoaudiólogo.
Entretanto, se há uma alteração fonoaudiológica a ser resolvida, o número de consultas é variável de acordo com a dificuldade apresentada.
Agradeço a visita ao blog!

Anônimo disse...

oi, troco a letra r pela g ao falar, tem solução e quanto tempo?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá leitor(a) anônimo(a)
As trocas de sons na fala podem ser corrigidas ou minimizadas com fonoterapia. O tempo de tratamento depende do tipo de dificuldade, da sua causa, em que situações acontece, em quantas posições na palavra aparecem, o empenho do paciente no treinamento e regularidade das sessões.
Uma avaliação com um fonoaudiólogo poderá esclarecer mais especificamente sobre o seu caso.
Obrigada pela visita ao blog!

Anônimo disse...

Olá, tenho 19 anos, e já desisti da faculdade de Marketing, pela minha fala, tenho muita vergonha e não consigo falar em público, tenho sonho de ser comissária de bordo, mais sinto como se fosse impussível, já que é uma profissão que a adcção tem que ser perfeita, uso aparelho ortodontico há 6 anos e tenho que fazer uma cirurgia buco-maxilar para o avanço. Me sinto muito mal com tudo isso, resolverá se eu fizer fono?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Cara leitora
Procure uma avaliação fonoaudiológica para verificar a sua situação orgânica e funcional.
Todo o tratamento fonoaudiológico tem o objetivo de melhorar a comunicação. E também pode ajudar na desinibição e na postura comunicativa.
Um abraço e boa consulta!

carmem disse...

Tudo bom!Tenho dificuldade de pronuciar palavras com a letra "r ,rr " desde criança ,tem um exercicio para melhorar.Um abraço!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Carmem?
Sugiro que leia, neste blog, o artigo "Indicações de exercícios fonoaudiológicos". É preciso saber se há uma alteração muscular e/ou orgânica, orientando, assim, as estratégias para tratamento.
Uma avaliação fonoaudiológica fornecerá mais detalhes para a fonoterapia.
Obrigada pela visita!
Um abraço

Anônimo disse...

ola, tenho 20 anos, e sinto difilculdade de falar em publico palavras q tenham a letra R como: tres, trinta...fico nervosa minha mão começa a suar meu coração acelera e gaguejo pra falar sinto muita vergonha, mas quando estou em casa sozinha eu consigo; é caso de fonoaudiologa? tenho q fazer tratamento?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Sim, é o caso em que o acompanhamento fonoaudiológico ajuda bastante, pois é possível que a sua dificuldade não seja com o R, mas com a fluência da fala. Sugiro que você procure um(a) fonoaudiólogo(a) que trabalhe com "linguagem".
Boa consulta!

Anônimo disse...

Grata;
Qualquer fonoaudiólogo(a) trabalha com ''linguagem'' ou é uma especialização a parte.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Todo o fonoaudiólogo é apto a trabalhar com linguagem. Contudo, alguns profissionais dedicam sua atuação a esta área em especial e, portanto, podem ser mais diretivos no tratamento. Isso não impede o acompanhamento de um fonoaudiólogo que atua em outras áreas. Procure de acordo com a disponibilidade da sua cidade.
Vá tranquila e dará tudo certo! Abraço!

Anônimo disse...

muito obrigado

Anônimo disse...

Olá!
Me chamo Gustavo, tenho 16 anos.
Bem, desde dos meus 14 anos, venho tendo muita dificuldade para pronunciar palavras e frases. Quando estou em sala de aula, tenho que ficar repetindo diversas vezes para meus colegas entenderem.
Devido a esse problema evito muito expor minhas opiniões em diversas ocasios.
Oque devo Fazer? Existe Tratamento Publico?

Obrigado.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Gustavo?
Sim, existe tratamento para dificuldades na fala em qualquer idade.
Você pode procurar aí na sua cidade na rede pública e privada. Quando não há o serviço público, em geral, os fonoaudiólogos podem negociar o valor da consulta mais acessível para pacientes carentes.
Marque uma consulta com um(a) fonoaudiólogo(a) e tenha um bom tratamento!
Um abraço

Anônimo disse...

Olá Kátia.
Sou Mauricio, tenho 54 anos e ultimamente esqueço totalmente uma palavra ou parte dela. Sei como pronunciá-la mas não consigo expor através da fala essa palavra, o que compromete toda uma frase e consequentemente o diálogo fica incompreensível. Após alguns segundos após algumas tentativas consigo finalmente pronunciá-la. Este fato está se repetindo constantemente, ou seja, todos os dias em diversos momentos de stress ou não.
Uma avaliação recomendada deve ser tratada com um(a) fonoaudiólogo(a)?

Abraços.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Neurologista primeiro, Maurício. Marque logo, para que estes sinais não aumentem ou passem a te incomodar.
É possível conferir que não há nada mais complicado, apenas um cansaço mental, mas também pode estar começando algum sinalzinho de dificuldades cerebrais que vão aparecendo com o passar do tempo. Portanto, não deixe passar mais tempo. A partir da avaliação, é provável que o neuro recomende acompanhamento fonoaudiológico e será ótimo você ter um profissional que acompanhe seus processos cerebrais de linguagem.
Grata pela visita aqui no blog. Volte sempre!

Anônimo disse...

Tenho 29 anos, quando vou conversar com algumas pessoas, fico bastante nervosa, acabo gaguejando e atropelando algumas palavras, tenho dificuldade em expressar. E algumas vezes troco o r pelo s, mas nao é sempre, é mais quando fico nervosa, ansiosa, quando saio fico muito calada por causa disso, o medo de falar errado, ficar gaguejando. Será que preciso ir no fonodiaulogo ou fazendo uma boa leitura, algum tipo de exercicio pode me ajudar?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Cara leitora
Certamente uma consulta fonoaudiológica é recomendada para seu caso. Não costumo indicar exercícios para pessoas que se queixam de gagueira, pois a linguagem não é um ato mecânico.
Abraço e boa consulta!

Anônimo disse...

Olá, tenho 35 anos e troco as letras ,não com frequencia mais quando estou ansiosa,o que posso fazer pra mudar isso.Desde criança tenho esse problema..

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia,
É importante ver verificar que letras você troca e por que estas trocas acontecem. Se for por distração, precisará dedicar-se a praticar falas mais claras, mas se as trocas ocorrem por não conseguir determinados fonemas, somente um tratamento fonoaudiológico poderá ajudá-la a corrigir esta dificuldade.
Se acontece desde criança pode ser uma dificuldade não tratada na infância que a acompanha até hoje. Marque uma consulta com um fonoaudiólogo e solucione o problema.
Obrigada por seu comentário e visita ao Lugar da Fala.

Anônimo disse...

Boa noite, tenho 17 anos e tenho dificuldade de falar palavras que vão a letra R no meio da palavra desde pequeno; como: trinta,para,palavra.... Quero saber se eu procurar um fonoaudiólogo consigo resolver essa dificuldade?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
O fonoaudiólogo examinará você, verificando se há algum impedimento orgânico, uma dificuldade muscular ou linguística. A partir daí será definido o tratamento.
Sempre há um avanço da condição que você chegou até a alta do tratamento.
Boa consulta!

Valentina disse...

Olá,tenho 24 anos e já estou em tratamento há 1 mês. Apresento sintomas de disfluência desde a adolescência, mas somente com a entrada na faculdade de Direito é que tomei consciência que precisava de ajuda. Sempre me incomodou estar entre as pessoas e de repente empacar, gaguejar e não conseguir falar nd... e o pior td mundo de olhando. Mas era uma coisa corriqueira e fui levando. Mas a carreira que escolhi depende integralmente da fala e sei que isso poderia me atrapalhar futuramente. Minha fono disse que em vista dos casos que ela trata, o meu é muito simples, já que em muitas conversas me saio muito fluente. Tem dias que não dou uma fora, em outros só dou...rsrs. E o pior é que nunca sei quando vai acontecer. Leio muito bem, meu problema maior é a fala espontânea. Ela está muito confiante na minha melhora rápida, pois como já disse, ela considera meu caso muito suave, com apenas melhoras na respiração e aprender a falar mais devagar. Poderia me dar a sua opinião? Grata.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Valentina
Não é a nossa opinião como fonoaudiólogas ou a de qualquer pessoa que modificará sua fala. A gagueira é caracterizada como o sentimento que a pessoa tem antes de falar - se as situações de fala ou as oportunidades de se expressar oralmente lhe causam sofrimento, isso é considerado gagueira. Portanto, a solução para o seu problema está em como VOCÊ se vê como falante e, provavelmente, isso também está sendo trabalhado na fonoterapia. O que eu acredito (e imagino ser o que a fonoaudióloga está lhe falando) é que você é muito mais fluente do que disfluente, então você pode partir da experiência de fluência para ajudar na mudança da sua auto-imagem de falante.
Grande abraço e ótimo tratamento para você!

Anônimo disse...

BoA Tarde, minha filha tem 20 anos, fez acompanhamento com fono quando pequena,porem continua com dificuldade. Procurou uma fonoaudiologa que a encaminhou para otorrino. a fono disse que ela troca letras surdas/sonoras na escrita.Ela me fala que não consegue saber a diferença amtre p/b, g/c, d/t. O que devo fazer?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Em primeiro lugar, é importante avaliar a audição de sua filha para verificar se ela consegue diferenciar pela audição as os sons semelhantes. Se der normal, sugiro, então uma avaliação do processamento auditivo, verificando se há dificuldades neste nível. Com exames em mãos, é indicada a avaliação fonoaudiológica, cujos resultados indicarão a necessidade ou não de fonoterapia.
Obrigada por visitar o Lugar da Fala!

Aline Ribeiro disse...

Dra.,

Cheguei ao seu blog depois que os meus amigos afirmaram que o meu problema em trocar letras durante a fala ficou mais evidente. O meu caso é o seguinte: Eu tenho 26 anos, sou atriz e desde que voltei de um intercâmbio na Rússia (há uns 6 anos) eu percebi que minha fala espontânea tem ficado cada vez mais intelegível, não só nas trocas de letras, mas no esquecimento de palavras, ficando com o discurso empacado e com lacunas. Às vezes quando preciso passar uma informação na qual eu não posso errar (tipo, uma entrevista) eu percebo a dificuldade em formar um discurso completo na minha cabeça. Cometo erros como falar "priança" ao invés de "criança", troco gêneros, atropelo os "s" do plural. Gostaria de saber por onde eu posso começar um tratamento, visto que eu não sei se é um caso mais voltado à fonoaudiologia ou mais voltado à neurologia. Agradeço desde já!

Anônimo disse...

Olá! Meu nome é Fabiana. Tenho dificuldades em falar palavras que tem apenas 1 R, falo tudo com 2R. Tipo barata, falo barrata...desde pequena. tenho 26 anos e isso é muito constrangedor. Conseguiria melhorar com a fono? Obrigada!!

Anônimo disse...

Prezados, boa noite

Cheguei da Faculdade há pouco arrasada, estou cursando o primeiro semestre de Psicologia, tive que apresentar um trabalho em grupo, o trabalho em si estava bacana, mais a minha apresentação foi pessima, além de ter lido baixo, segundo o professor e os colegas. Desenvolvo qundo escrevo e ouvindo, falando não consigo ser clara. o que fazer? obrigado.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Aline,
Não sei com,seu comentário estava aqui aguardando moderação e eu não acionei este controle.Não tinha visto. Vamos lá: procure um fonoaudiólogo,pois se houver algo neurológico a ser investigado ele a encaminhará ao neurologista.
Um abraço

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Fabiana
É necessário avaliar para verificar qual é a dificuldade: orgânica, muscular ou linguística para então tratar.
Marque uma avaliação fonoaudiológica e invista na sua melhora!
Um abraço

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá
Há várias dicas aqui no blog para melhorar a expressão oral. Se elas não derem resultado pode ser que você esteja com alguma dificuldade vocal! Para tirar todas as dúvidas, marque uma avaliação fonoaudiológica, ok?

Anônimo disse...

ola, fix uma frenectomia lingual, meu freio era muito.curto qnd falava muito doia porem falava perfeitamente bem, faz 2 dias q fiz a iperacao e to entrando em depressao eu ebtendo q a lingua esteja inchada e que os pontos seguram ela mas quando estou tentando falar um pouco sai embolado e estou tendo dificulddes em pronunciar o S, C e R como se tivesse a lingua presa, falavaperfeitamebte bem antes, estou desesperada... nao.durmo nao como, tenho muito medo de nao voltar a falar como antes, ja me arrenpendi de ter feito a cirurgia, preferia ficar com dor pro resto da vida q falar assim...tenho 20 anos... estou a base do calmante...quero voltar a flar como antes me ajudem

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Desculpe, só preciso entender: qual o motivo da frenectomia se você falava perfeitamente bem? Qual a informação médica a respeito da recuperação e tempo de volta ao normal? No pós cirúrgico converse com seu médico e veja a orientação, se necessitará de fonoterapia, ele a encaminhará.
Seja sempre bem vinda ao Lugar da Fala!

Anônimo disse...

eu ainda estou com pontos, como falei o freio me incomdava bastante porem falava perfeitamente bem... estou sentindo como se minha lingua estivesse presa nao consigi pronunciar o s , c , r como antes como e tivesse a lingua presa mesmo, ainda estou com os pontos porem nao esta mais doendo ou seja to tentando falar porem ta saindo tudo embolado, ja estou entrando em depresssao por conta disso, falava perfeitamente bem e agora nap consigo coordenadar minha lingua como antes, vou hoje em um fonoaudiologo, tem tratamento? estou desesperada, nao como, nao durmo... nao faco nada

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Ok, você já deve ter consultado. Tudo pode ser respondido diante da avaliação fonoaudiológica?
Boa melhora para você!

Anônimo disse...

ola tenho 20 anos,e estou com muita dificuldade de expressar pronunciar, estou muito deprimida com isso,falo muito errado e as vezes as pessoas nao entendem , o que eu faço?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá
Busque ajuda de um fonoaudiólogo na sua cidade.
Agradeço a visita ao blog!

erick disse...

boa noite doutora , eu gostaria de saber alguns exercicios para a lingua flacida , e minha arcada dentaria inferir e mais avançada que a de cima , gostaria se saber se fazendo exercicios com a lingua eu poderia melhorar este problema , eu falo rapido e quando fico nervoso , anscioso piora , me passe alguns exercicios , fico grato :D

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá
Se há uma alteração dentária, ela deve ser corrigida com um ortodontista.
Quanto às questões musculares da língua e velocidade da fala, você precisa consultar um fonoaudiólogo para verificar o que pode estar acontecendo.
Ainda sobre os exercícios, leia aqui no blog a postagem: "Indicação de exercícios fonoaudiológicos".
Obrigada por sua visita ao Lugar da Fala!

Veronica Vidal disse...

Boa tarde,
Desde janeiro comecei a ter problemas de fala. Após uma crise de enxaqueca seguida de desmaio(que é frequente e ando em tratamento), passei a não conseguir falar com fluidez, precisando de muito esforço para ser compreendida. Já melhorei bastante mas está longe do normal. Passei por 1 tomografia e não acusou lesão. O curioso é que em idioma estrangeiro (inglês) falo muito melhor do que o meu próprio. Em português preciso prestar muita atenção para não trocar as sílabas e tenho que falar bem devagar, mas escrevo corretamente e na minha cabeça é como se fosse sair bem a palavra, mas não sai. Isso melhora com o tempo? Sou brasileira, tenho 45 anos e moro em Portugal. Tenho ido a um terapeuta da fala, recomendado pela neurologista, mas eles parecem não compreender o que se passa. Utilizo Topiramato para controle das enxaquecas.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Verônica
Ainda não tive experiência em casos como o seu. Mas sei que se os profissionais que estão acompanhando você estiverem em contato eles podem ajudá-la aí.
Casos com influência neurológica necessitam de estudo mesmo. Porém você está no caminho, buscou ajuda e será orientada à medida que estes profissionais acompanharem a evolução do caso.
abraço e boa recuperação pra você!

Catequizando Crianças disse...

Olá, eu sempre escrevi certo e sempre falei bem, tenho o hábito da leitura e tem pouco tempo, comecei a trocar letras, tanto na escrita como na fala, na escrita eu troco a ordem das letras e na fala eu tenho tido dificuldade com a letra "r", exemplo das palavras que troquei; colorau, eu falei corolau, dragões, falei dagrões, e outras palavras que no momento não me recordo. Tenho notado muitos erros na fala e principalmente na escrita, a sorte é que leio tudo antes. Gostaria de saber se isso pode ser sintoma de alguma doença.
Grata, Michele

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Michele
Pode ser um sinal de várias coisas, mas só uma investigação detalhada poderá revelar do que se trata. Se isso continuar, uma consulta com um neurologista já pode descartar algumas hipóteses e encaminhar o que você deve fazer.
Um abraço

Anônimo disse...

Olá, eu desde pequena tenho um probleminha na dicção,troco o l pelo r.Já treinei...e muito!!Mas não consigo falar corretamente,e minha língua não é "grudada". O que será que tenho?
Grata desde já Rose :)

Anônimo disse...

Não consigo me concentra ,ultimamente tenho pronunciado palavras erradas e escrevo também é cômodo são palavras do meu cotidiano. tenho vergonha de me relacionar e esqueço coisas ,em alguns momentos esqueço o estava falando. sou educadora e isso esta me angustiando.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

A verificação e diagnóstico só são possíveis mediante avaliação, Rose.
Procure um fonoaudiólogo. Pode ser de simples resolução.
abraço e obrigada por visitar o Lugar da Fala

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

A procura de um neurologista é recomendada para a avaliação deste caso.
Agradeço a visita ao blog.

Anônimo disse...

Boa tarde, tenho 44 anos e venho notando que estou com dificuldades para falar, tive um problema sério no fim do ano de 2012 de alergia, cheguei até a ter convulsão e desde então, fico nervosa fácil, e não consigo pronunciar algumas palavras. Ao fazer alguns exames que meu otorrino pediu, constatou algo e pediu para eu consultar um neuro, mas só consegui consulta para um no fim do ano. Será que tem algo com a minha fala?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Quando você diz: "o otorrino constatou algo", parece que é algo a ser investigado.
O melhor a fazer é prosseguir nesta investigação. Se puder consultar antes, melhor.
Se não, não perca a consulta já agendada, pois provavelmente ele solicitará mais exames para só então lhe dar uma resposta do quanto sua fala pode estar afetada.
Agradeço a visita ao Lugar da Fala!

anime disse...

olá ,depois de muitos anos sofrendo por causa da minha dificuldade na comunicação , não conseguir falar palavras com tl ,cl,pl,bl, etc estou decidida a procurar um profissional para me ajudar , tenho duvidas quando adultos quem é que encaminha? e quanto custa em media a sessão ? no momento estou desempregada é um dos motivos é pela dificuldade na fala . Aguardo resposta Obrigado

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá
Você só precisará de encaminhamento se for consultar por algum convênio, caso contrário, poderá procurar diretamente um(a) fonoaudiólogo (a) .
Sobre valores, depende da região em que você mora. Ligue para um profissional e pergunte diretamente, pois os valores variam bastante conforme a região, formação profissional, tempo das sessões, etc.
Agradeço a vista e desculpe o transtorno. Acho que o Blogger já está restabeleceu as conexões.

Geilson Lima disse...

Oi, tenho dificuldades de falar algumas palavras com r e s na mesma palavra ou as vezes os plurais eu como os S, o que devo fazer? Eu pensei em procurar um otorrino para encaminhar ao fono, seria a solução mais indicada? Você tem algum exercício que pode melhorar?

Obrigado

Geilson Lima disse...

Oi, eu tenho dificuldade de falar palavras que contem r e s na mesma palavra, palavras em plurais eu costumo comer os S, e as vezes eu sei como é a palavra e falo errado, na escrita escrevo corretamente mas na hora de pronunciar não sai, ou quando é uma frase que emenda uma palavra com a outra que r s não sai, as vezes eu quero falar uma palavra e falo outra, pensei em procurar um otorrino para encaminhar ao fono, você teria algumas dicas para me passar? Alguns exercícios? Desde já agradeço, Abs.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Geilson,
Coloque na busca aqui do blog:"Indicação de exercícios fonoaudiológicos".
Lá você irá entender melhor as possibilidades de dificuldades e tratamento.
Agradeço a visita ao Lugar da Fala!

Anônimo disse...

Oi, tenho 45 anos e tenho muita dificuldade no falar, em memorizar tbem. Quando recebo uma noticia e tenho que repassá-la, quase sempre me dá um "branco" e esqueço da palavra principal que teria que dizer, aí digo outras palavras que na realidade meio distorcem a noticia.Me preocupa muito isso. E agora iniciei um emprego novo, e estou com muito medo de não falar as palavras corretas na hora certa. Se tiver como me ajudar, dar uma dica para eu conseguir me concentrar, e poder responder com segurança as perguntas que são feitas a mim

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Caro leitor anônimo,
Mais importante do que dicas para resolver a sua queixa, ressalto a necessidade de investigar as causas de sua dificuldade.
Marque uma consulta com um neurologista. Ele poderá informá-lo se esta é uma dificuldade de atenção, distração ou uma alteração que merece tratamento médico.
Agradeço a visita ao blog e desejo uma boa consulta!

Anônimo disse...

Olá,

Tenho 25 anos e desde pequena troco a Letra L pela R, tem tratamento?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Sim, tem tratamento.
Boa consulta!

Anônimo disse...

Olá,boa noite !Bom tenho 25 anos e tenho dificuldades de falar palavras,com X,S,Ç eu acho q só,isso me incomoda bastante e tenho vergonha d conversar em público,será q tem como eu resolver esse problema? Consigo reverter essa fala n período d quanto tempo, Obs: Quando falo palavras com essas letras parece q minha boca t cheio d "cuspi" ou sei lá...

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia,
Pelo seu relato, pode haver uma disfunção na funcionalidade articulação/deglutição. Um fonoaudiólogo poderá avaliar e detectar qual o motivo para tratar adequadamente. O período de tratamento depende de vários fatores. Você pode ver mais detalhes aqui:http://lugardafala.blogspot.com.br/2011/01/quantas-sessoes-de-fono-10-fatores.html .
Boa consulta!

Anônimo disse...

Boa noite,

Eu tenho 24 anos e tenho problemas na fala. Estou a pensar procurar um especialista mas antes queria saber duas coisas.

Eu sei que isso varia de pessoa para pessoa, mas no geral é um tratamento de longo prazo? Em media, quanto tempo?
É possível ficar a falar na perfeição? Ou em alguns casos isso é mesmo impossível?

Obrigado

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá,
Quanto ao tempo de terapia, você pode ler este artigo: http://lugardafala.blogspot.com.br/2011/01/quantas-sessoes-de-fono-10-fatores.html e sobre os resultados do tratamento, você deverá conversar com o fonoaudiólogo que lhe atender o que você considera "perfeito". Os casos com alterações orgânicas têm limitações maiores.
Obrigada pelo comentário e boa consulta!

Anônimo disse...

Olá, tenho um amigo que desde pequeno trocava as letras como p pelo b, d pelo t e outras várias letras. Fez fono por 3 anos e melhorou quase 100%, se não fosse por uma troca, sempre troca o l pelo r. Agora ele já tem 21 anos, e quer saber se há um jeito de conseguir consertar isso. Queria saber o seu ponto de vista! Desde já o meu muito obrigada!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá,
Independente da idade, sempre há formas de tratamento e um fonoaudiólogo pode ajudar. É bom fazer uma avaliação identificando as causas desta dificuldade e aplicar o tratamento de acordo com os resultados da avaliação.
Desejo uma boa consulta!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, seu comentário: "como faço tenho bastante dificuldade para falar? principalmemte por ser tímido." não aparece aqui para que eu possa respondê-lo, mas quero deixar a dica: se é uma dificuldade para falar devido à timidez, mas você leva uma vida normal, avalie com um fonoaudiólogo como ele pode lhe ajudar.
Se esta timidez interfere em outras atividades da sua vida, como relacionar-se, trabalhar, etc, também é bom um acompanhamento psicológico.
Boa consulta!

Eduardo disse...

Boa noite Dra.
Meu nome é Eduardo, tenho 29 anos.
Fiz uma cirurgia de tireoidectomia total faz 10 anos, percebi que inicialmente fiquei um pouco rouco, depois com o tempo melhorou, porém, em seguida descobri que não consigo mais cantar, não tenho mais afinação, se eu forçar fico facilmente rouco, nunca procurei tratamento, será que mesmo tanto tempo depois ainda é possível reverter?
Hoje eu gostaria de poder cantar novamente.
Obs. antes da cirurgia eu cantava normal, quando criança fiz curso de canto.

Obrigado.

Sidemar Moura Santos disse...

Olá! tenho um problema na fala desde criança, mas como criança as pessoas, inclusive meus pais achavam bonitinho por falar errado e tal e nunca foram atras para resolver a situação...Hoje melhorei bastante, mas ainda tenho dificuldades em falar, eu não gosto de falar em público por esse motivo, pois tenho medo das pessoas rirem de mim ou até mesmo nao entenderem o que falo. Minha dificuldade é de falar esses sons parecidos como: s e z, b e p, t e d e etc...tenho formação em professor, mas nem atuo na área por esse motivo... como vou ensinar as crianças se eu falo errado?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

​Olá Eduardo,
Sim, vale procurar uma avaliação agora para verificar as condições do seu trato vocal e descobrir se é possível retomar sua voz anterior ou como pode controlar os ajustes de sua nova voz.
Recomendo que você procure um(a) fonoaudiólogo especialista em VOZ.
abraço e boas festas!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, Sidemar
Você pode procurar ajuda, sim, independente da idade, os fonoaudiólogos podem atender e ajudá-lo.
abraço e boa consulta!

Magda disse...

Boa tarde,

Tenho 46 anos sempre tive dificuldade tanto em pronunciar o R vibrante ( tipo os falados no idioma italiano e espanhol) e também quanto palavras com o encontro consonantal tr ( trinta, traço, etc). Isso sempre me incomodou pouco, porém agora, por motivos pessoais, preciso 'aprender' a pronunciar esses fonemas da forma mais clara possível. Há esta possibilidade/? informo que possivelmente tenho a lingua presa, pois não consigo 'enrola-la'. Obrigada

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Sim, Magda
Com um acompanhamento fonoaudiológico é possível adequar os sons da fala. Se houver algum impedimento orgânico, o fonoaudiólogo que lhe atender, a encaminhará para os procedimentos necessários.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala e boa consulta!

Gabriel disse...

Olá Dra. Bom dia,

Me chamo Rafael, tenho uma voz muito baixa e fraca, em público ela nao se destaca entre as outras, e tambem não consigo falar mais alto sem começar a força-la e fica desconfortavel manter aquele padrão falando mais alto. Como posso melhorar isso, um fonoaudiologo?

Desde ja obrigado!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Rafael,
Sim, um fonoaudiólogo poderá lhe ajudar, verificando se tem algo a ser tratado ou se a aplicação de métodos de oratória funcionariam no seu caso.
Já baixou o e-book aqui do Lugar da Fala? se não, aqui você pode recebê-lo: http://www.35.dtikm4.com/w/3e8ep2Je1PKowOXlke-d076a8-
Obrigada pela visita ao blog!

Daysson Rogério disse...

Boa noite.
Tenho 17 anos e tenho uma grande dificuldade em pronunciar palavras com o r. Em alguns casos troco o r pelo g, como por exemplo: Para = paga;
outras vezes o som do r simplesmente não sai, como por exemplo: Ariane = Aiane.
Queria saber se é possível reverter isso?
Desde já lhe agradeço.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Daysson
As trocas na fala, mesmo na idade adulta podem ser tratadas.
Procure uma avaliação fonoaudiológica para ter orientações sobre o seu caso e as possibilidades de tratamento.
Um abraço e obrigada pela visita ao blog!

Suzane Cabral disse...

Olá, tenho observado nos últimos meses que estou apresentando uma pequena dificuldade na articulação da fala, como se minha voz tivesse embolando... Alguns amigos dizem que também estão percebendo... Junto a isso tenho tido esquecimentos fora do normal ao ponto de ter tomado banho 2 vezes dentro de cerca de 30 minutos esses dias e só percebi por conta da toalha molhada, depoois que terminei. Tenho 30 anos e estou no mestrado e passando por momentos de muita ansiedade e estresse. Pode ser isso? Pode ser desmielinização???? Qual a melhor conduta investigativa no meu caso??

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Suzane
Para esclarecer qualquer duvída, é bom que você consulte um neurologista, levando todas estas informações sobre esquecimento e sinais na fala.
Especialmente neste momento de bastante exigência mental, fazendo mestrado, etc.
Investigue estes sintomas, pois se houver algo a ser tratado, isso já será resolvido.
Obrigada pela visita ao blog e boa consulta pra você!

julliana100% fofa disse...

Ola. Meu nome e julliana falo embolado desde de pequena . Falo rapido demais e tenho vegonha de falar em publico tenho 18 . Não sei por que falo assim ? Sèra quem
um nome ? E tarde para preucurar um fono ?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Juliana
Nunca é tarde para procurar ajuda.
Uma avaliação fonoaudiológica poderá esclarecer todas as suas dúvidas.
abraço e obrigada pela visita aqui no blog

bruno disse...

olá meu nome é bruno as vezes sinto que estou falando meio embolado mas na maioria da vezes o som das palavras sai certo , eu queria saber se pode ser algum problema na fala ou algum problema psicológico , e também queria saber se problemas emocionas podem causar problemas na fala

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, Bruno,
Para saber qual é a natureza do problema ou mesmo se há um problema, você precisa agendar uma avaliação fonoaudiológica, pois cada pessoa desenvolve a fala do seu jeito e ao avaliar é possível ver os componentes orgânicos e perceber alguns componentes emocionais. Estes últimos podem influenciar na comunicação e parece que você já aponta questões ligadas a sua queixa de fala. Então, procure ajuda. É possível que seja mais simples do que você pensa.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala!


Legendas Brasil disse...

Ola meu nome é Livia! Não tenho linguá presa mas não consigo falar as letras R e L no meio das palavras, já fiz fono quando era menor mais não adiantou muito, a minha fono disse que com um tempo conseguiria desenvolver e consegui falar direito mas já tenho 14 anos e nada, sinto uma enorme dificuldade em fala essa letras no meio das palavras e acaba falando meio embolado as vezes. Queria sabe o que devo fazer para mim ajuda a conseguir falar essas letras normalmente. Obrigada!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Livia
Uma nova consulta fonoaudiológica poderá mostrar agora qual é a dificuldade e as razões que estão incomodando para você falar com clareza, ok?
abraço e boa consulta

wallace disse...

Olá, meu nome é Wallace, tenho 16 anos.

Sempre tive problemas ao pronunciar palavras com R no meio como: Brasil, para, Arara. Em contato com meu dentista foi identificado que eu tinha o freio lingual curto. Fiz a cirurgia para remover parte do freio, já me recuperei da mesma. Porém, a dificuldade na fala do R continua. Meu dentista disse que isso poderia ocorrer por conta do vício de linguagem que já tenho em falar assim, que posso precisar do fonoaudiologo. Gostaria saber de você qual etapa devo seguir, e se tem tratamento, quanto tempo em média dura?

Obrigado.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Wallace
Sim, tem tratamento. Marque uma avaliação fonoaudiológica e terá mais informações sobre o seu caso.
Quanto ao tempo de tratamento, veja aqui no blog o artigo: Quantas sessões de fono...??? 9 fatores influentes no tratamento (http://lugardafala.blogspot.com.br/2011/01/quantas-sessoes-de-fono-10-fatores.html)
abraço e obrigada pela visita ao Lugar da Fala!

Jonnhy Gamer disse...

olá meu nome é João Paulo tenho 14 anos e não consigo falar palavras como Lula,bolacha,Sol o q eu faço para aprender a falar certo

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá, João Paulo
Só um exame poderá detectar se há alteração orgânica ou dificuldade motora e identificará quais ações podem ajudar você.
Consulte um fonoaudiólogo aí na sua cidade.
Obrigada pelo contato!

Jonatas Matheus De Souza Souza disse...

Olá sou matheus e tenho dificuldade de falar palavras com r no meio como(arara , cururu, para, Brasil).
Quanto tempo de tratamento.
Tenho que fazer cirurgia

Sandy Bigolin Fernandes Lumi disse...

Ola,fui diagnosticada com transtorno de ansiedade generalizada,me trato há um ano..há alguns dias sinto dificuldade em pronunciar palavras com R.Tenho que me comcentrar pra falar..é possivel que isso seja de estress?e da minha ansiedade?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Mateus,
Sobre o tempo de tratamento, leia o esclarecimento aqui: http://lugardafala.blogspot.com.br/2011/01/quantas-sessoes-de-fono-10-fatores.html.
A necessidade ou não de cirurgia é recomendada pelo médico. O fonoaudiólogo que avaliar você encaminhará para o médico, se necessário.
Agradeço a visita ao blog!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Sandy
O transtorno de ansiedade pode influenciar na sua comunicação, mas não significa que ele está causando esta dificuldade.
Recomendo que marque uma avaliação fonoaudiológica para verificar se há outros fatores envolvidos.
Um abraço e obrigada pela visita ao blog!

Karen Fernanda Correia disse...

Olá Dra Katia!!

Desde pequena sempre falei muito bem, mas faz alguns anos que estou tendo problemas em pronunciar algumas palavras (algumas específicas e outras não). Parece um bloqueio, pois a palavra está em minha cabeça, apenas não consigo pronunciá-la. O problema maior é ao telefone, mas acontece pessoalmente também.
Me sinto péssima e sinto que este problema vem atrapalhando minha vida profissional. O que faço?

Thiago Nascimento disse...

Olá, meu nome é Thiago, tenho 27 anos e tenho dificuldades em me comunicar com outras pessoas. Desde pequeno eu falo muito rapido, e normalmente as pessoas nao entendem e tenho que repetir, as vezes nem eu entendo o que eu digo. Assim eu fico muito ansioso e acabo gaguejando, minha auto-estima é quase nula, por isso evito ao maximo conversar com alguém. Normalmente eu penso no que eu vou dizer e quando eu vou falar acabo mudando a palavra no ultimo momento e sai errado. Estou muito nervoso porque irei começar a trabalhar com o publico, e consequentemente a comunicação se tornará obrigatória. Não sei mais o que fazer, isso tem tratamento?
Obrigado.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, Karen
É preciso ver o quanto isso está atrapalhando você. Se já faz "alguns anos", qual ajuda você já procurou? Já fez uma avaliação fonoaudiológica. Penso que é o que poderia ajudá-la a esclarecer a sua situação neste momento.
Um abraço e obrigada pela visita ao Lugar da Fala!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Thiago,
Sim, tem tratamento. Você deve marcar uma avaliação fonoaudiológica, preferencialmente (mas não obrigatório) com um especialista em linguagem.
Não fique guardando este desconforto por muito mais tempo.
Boa consulta!

Quem esteve aqui este mês