BEM VINDO!!!

Olá,

Aqui no Lugar da Fala você encontra dicas, textos e outras informações para se comunicar bem.

Comunique-se e seja bem vindo!!!


Lugar da Pesquisa

Carregando...
Está gostando deste blog?
Deixe seu comentário e vote na classificação dos textos!
É só um clique: contribua, assim, para a escolha dos próximos assuntos a serem publicados.
O Lugar da Fala é feito para compartilhar temas de comunicação.
Obrigada, mais uma vez, por sua visita!

Queridos leitores, logo disponibilizarei alguns e-books aqui. Você gostaria de ler sobre:

terça-feira, 16 de junho de 2009

Como o fonoaudiólogo trabalha com crianças: os exercícios na fonoterapia



Depois de esclarecermos sobre a função das brincadeiras e jogos na fonoterapia, vamos entender mais sobre o trabalho do fonoaudiólogo. Que tipo de exercícios são feitos para melhorar a linguagem das crianças?
Dependendo da dificuldade da criança, o fonoaudiólogo vai determinar qual é o seu objetivo e planejar quais as ações que vão ajudar neste caso.
Por que “neste caso”? Porque cada paciente tem uma estrutura física, um funcionamento da linguagem, um histórico de vida, uma situação familiar diferente.
É por isso que não é possível dar uma receita aqui: “para tal problema – faça tal exercício”.
Foi para avaliar cada caso que o Fonoaudiólogo estudou na sua formação e deve estar atualizado com as novas técnicas, a fim de decidir qual o procedimento adequado para cada caso.
Assim, a partir dos resultados da avaliação fonoaudiológica, são escolhidos exercícios musculares, quando determinado grupo de músculos da fala e/ou na voz precisam ser fortalecidos ou relaxados, e a quantidade necessária de prática dos mesmos.

Para os pais que solicitam exercícios para seus filhos: não percam o artigo dos Mitos sobre os exercícios de fala e tratamento de fonoaudiologia neste blog.

Veja mais em: Como o fonoaudiólogo trabalha com crianças: a brincadeira na fonoterapia
 e Indicação de exercícios fonoaudiológicos.

E não esqueça: o fonoaudiólogo ajudará você a esclarecer suas dúvidas!

216 comentários:

1 – 200 de 216   Recentes›   Mais recentes»
Rudahyra Oliveira disse...

simples e clara!! como sempre!! parabéns...

Kátia Bianchi disse...

Obrigada, Rudahyra querida.
Volte sempre!
bjo

Mr° Shild disse...

Eu queria sabe como se cura Deslexia ??
eu não tenho certeza que tenho mas eu vi num site e tenho quase todos os sintomas !

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Mrº Shild
Se você tem dificuldades com a leitura, procure um Fonoaudiólogo para uma avaliação completa. Quanto ao rótulo: "Dislexia" creio que seja apenas um rótulo. Dificulades na linguagem escrita/leitura têm sim tratamento e tratar disso pode melhorar sua qualidade de vida. Obrigada por seu contato e tenha uma ótima consulta!

Janete disse...

OLÁ sou JANETE tenho O ARTHUR de 9 meses com down e ainda estoU na fase de me preocupar muito, ele comesou a ficar com a limguinha de fora. oque devo fazer esiste algum tratamento? nao mama mamadeira e nem chupeta obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Janete
Sim, há tratamento para seu filho. É comum a protrusão de língua em crianças com Síndrome de Down, mas isso interfere na respiração, alimentação e fala, portanto deve ser avaliado. Procure um Fonoaudiólogo para ajudá-la neste caso.
Forte abraço

deisne123 disse...

OI,COMO VAI?SOU A DEISNE TENHO UM GAROTO DE 6 ANOS QUE TEM PROBLEMA NA FALA,ELE FEZ UMA CIRURGIA E POS UM CARETEL NO OUVIDO,DAI AGORA QUE ELE VEIO A OUVIR DIREITO E FALAR,ELE Ñ PRONINCIA BASTANTE FONEMAS,ESTOU COM A FONO,E SERA Q O TRATAMENTO SERA LONGO.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Que bom que já procurou ajuda profissional! A fonoaudióloga que está atendendo o seu filho poderá lhe falar sobre sua evolução, de acordo com a avaliação que fez. Os períodos de tratamento variam bastante dependendo de cada caso e do tipo de tratamento adotado. Não deixe de esclarecer suas dúvidas com ela.
Abraço

Dafny disse...

Olá. meu filho tem 4 anos e 5 meses e não fala o "r" somente o rr, mas o "r" ele sempre come, pois nao consegue. minha filha que de 2 anos e meio já fala perfeitamente e ele não. aí quando tento fazer ele repetir ele tenta pouco e diz que nao consegue. será bom procurar um fono ou ainda é normal nessa fase?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Cara Dafny
Sugiro que leia o seguinte artigo neste blog: http://lugardafala.blogspot.com/2009/10/qual-e-idade-para-que-crianca-fale.html
Sugiro, sim, como você já está pensando, uma avaliação fonoaudiológica, que verificará a presença ou não de alterações orgânicas e fornecerá dados para orientar a família sobre a intervenção por meio da fonoterapia.
Abraço

Dafny disse...

Muito Obrigada Dra. Kátia pela prestatividade. Um abraço

Anônimo disse...

meu filho tem 3 anos e 5 meses e ele troca a letra c pela letra t. Será que está na hora de procurar uma fono pu ele ainda esta na idade.existe algum exercicio que eu posso ajudar a amenizar este problema. obrigado.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Sugiro que leve seu filho para uma avaliação fonoaudiológica, pois como você leu neste post, não é possível recomendar exercícios sem ver a criança. Ele não necessariamente entrará para fonoterapia, pode ser que o fonoaudiólogo apenas oriente a família e isso resolva o problema.
Abraço

Anônimo disse...

Meu filho tem 3 anos e 8 meses e tem problema na fala procurei um fono e ele está fazendo terapia. O fono disse que eu teria que comprar um kit para fazer a terapia nele e que custa noventa reais eu dei o dinheiro a ele e esse kit era uma chupeta, óstias, bola de encher, luvas, lencinho de papel e um instrumento parecido com um alicate (de unha) de plástico e me deu para esterilisar em casa e não tava lacrado, fiquei na duvida será que o fono realmente comprou esse kit ou reaproveitou de alguém. Queria saber se realmente existe esse kit e se ele vem lavrado? Por favor se puder me responda? Desde já agradeço!!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caros pais
Obrigada pelo contato e pela abertura em expôr sua dúvida.
Respondendo ao seu questionamento: eu uso poucos materiais específicos para treinar musculatura no consultório, pois trabalho na abordagem com interação paciente-família-terapeuta na área da linguagem (o que muda um pouco o tratamento: os exercícios são complementares e não o foco). Desconheço um kit completo com todos estes elementos, provavelmente, devem ser adquiridos separadamente e organizados pelo profissional, o que não significa que sejam reaproveitados.
Mas se vocês ficaram com dúvidas, sugiro que conversem com o fonoaudiólogo e exponham suas questões para que o tratamento continue fluindo com confiança e parceria terapeuta-família.
Não sei se ajudei, mas é o que posso responder, de forma ética, neste momento.
Voltem sempre para ver as dicas do blog!
Abraços

Anônimo disse...

Boa noite, meu filho tem 2 anos e meio e fala poucas palavras que eu entendo o resto e muito enrolado. gostaria de saber se tem algum exercicio que eu possa fazer para ele desenrolar a lingua!!!!

Obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Sobre a fala de seus filho de 2 anos, recomendo que leia os seguintes textos aqui no blog:Dicas aos pais para melhorar a fala de crianças pequenas I e II, Como o fonoaudiólogo trabalha com crianças pequenas (exercícios e brincadeiras),Qual a idade para que a criança fale corretamente, Problemas na fala de crianças: quando procurar um fonoaudiólogo.
Um abraço

Anônimo disse...

Meu filho faz fone tem 2 anos, só que tem palavras que ele comem as letras, qdo tento ensinar ele fica inrritado e tbm acho que ele tem a voz infantilizada tipo de criancinha ele tem 5 anos e 8 meses a fono nas suas consultas faz só joguinhos interagindo issso é certo?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caro(a) leitor (a)
É muito importante que os pais ajudem no processo terapêutico, mas quando os pais tentam "ensinar", é muito comum que as crianças se irritem, pois ainda não estão conseguindo pronunciar os sons trabalhados. Recomendo que leia aqui neste blog os textos: Dicas aos pais para melhorar a fala de crianças pequena I e II, e sobre os jogos em terapia, leia o texto Como o fonoaudiólogo trabalha com crianças: a brincadeira na fonoterapia.
Obrigada pela visita. Volte sempre!
Um abraço

deborah disse...

meu filho acabou de fazer 4 anos e nao consegue juntar as silabas,ex.. bola,ele diz bo... carro ele diz ca. porem separadas ele pronuncia... é normal para esta idade???

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Deborah?
Para ver a resposta para a sua pergunta, leia o texto: "Qual é a idade para que a criança fale corretamente?" - neste blog.
Sugiro que procure pessoalmente a avaliação de um fonoaudiólogo na sua cidade. Ele esclarecerá suas dúvidas a partir da avaliação clínica.
Um abraço

debora disse...

Olá, gostaria de tirar uma dúvida. No caso o problema é comigo mesma, tenho 24 anos, e problemas na fala (desde pequena) o fonema "r", eu não consigo pronuncia-lo de forma correta, sai "rr", ou qq coisa parecida (pior, pra mim eu pronuncio da mesma forma que escutei, tanto que já gravei minha voz e sai do jeito que escutei...) Bom, também tenho problemas de audição ( não ouço nada no ouvido esquerdo e fiz cirurgia quando pequena). Fiz fono quando criança, eram uns exercicios de enfiar uma rolha na boca, mas acho q nao ajudou muito... e desisti. Hoje ao tentar encontrar trabalho e tdo mais sinto essa imensa dificuldade de entendimento por parte dos outros, há tratamentos que me curem atualmente? ainda pode ser possivel? mais um detalhe ( praticamente falo com um lado da boca abrindo só, o lado que eu escuto, ou seja o direito, me acho uma torta!) seria problema da lingua?? Obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Debora
Os fonoaudiólogos atendem muitos adultos também. Nosso organismo é passível de tratamento em qualquer idade.
Procure uma avaliação fonoaudiológica para responder suas perguntas: se é musculatura da língua,dificuldades motoras de face e relação com o problema auditivo.

Patricia disse...

olá meu filho tem 7 anos e tem difculdades para pronunciar palavras com a letra r ex:ao invez de falar branco fala "banco" mas escreve corretamente.tento ajudá-lo a falar certo pronunciando corretamente a palavra q ele tem dificuldade mas mesmo assim ele não consegue.o q devo fazer para ajudá-lo a falar corretamente?
Obrigada desde já!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Patricia?
Agradeço seu contato e parabenizo por sua postura: é falando corretamente que os pais podem ajudar seus filhos a falar melhor.
Porém, se ainda assim, com 7 anos, ele não consegue falar o "r", sugiro que você busque uma avaliação fonoaudiológica. Quanto mais o tempo passa, mais a criança fica frustrada com sua fala e também a fonoterapia acaba ficando mais necessária com o tempo.
Abraços

DR. SÉRGIO FEITOSA - PEDIATRA ONLINE disse...

Quero parabenizar Dra. Kátia Bianchi pelo belíssimo trabalho aqui no Blog. Muito relevante e esclarecedor, mesmo para nós pediatras.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caro Dr. Sérgio
É uma honra recebê-lo no Lugar da Fala.
Também tenho acompanhado o "Pediatra em casa", um ótimo espaço de esclarecimentos.
Tempo, bom senso e dedicação é o que nos exige um blog... Mas vale muito a pena!
Abraço

Anônimo disse...

Dra, meu filho tem 6 anos e nao fala direito. Ele nao consegue falar o c com som dw k, por exemplo casa ela fala "Tasa" e o G ele troca por D, exemplo Gugu, ele diz "Dudu", como posso ajuda-lo. Obrigada.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá leitor
Com 6 anos já é esperado que os fonemas k e g estejam presentes na fala da criança. Sendo assim, recomendo que procure uma avaliação fonoaudiológica para a conduta adequada para o caso.
Grata pela visita e pelo contato.

Anônimo disse...

Dra Kátia,boa tarde!Tenho um filho de 1 ano e 9 meses atá o momento ele não fala nenhuma frase,ja questionei com o pediatra e o mesmo disse que é bom esperar ate os 2 anos.Mas estou muito preoculpada.O CASO É QUE PRECISO DE UMA GUIA MEDICO PRA unimed liberar a consulta com o fonoaudiologo.Precio de uma orientação urgente.Obrigada desde de já.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá pais anônimos que deixaram o comentário anterior
Agradeço muito sua visita e não estou certa se posso ajudá-los em sua pergunta. Posso dar meu parecer fonoaudiológico que está explicado em vários posts sobre LINGUAGEM aqui no blog e o resumo destes textos é que toda a criança que está demorando para falar deve ser avaliada por um fonoaudiólogo.
A iniciativa e responsabilidade com relação a esta consulta é dos pais e nenhum outro profissional pode ser responsabilizado pelo atraso da criança ou demora na procura pelo atendimento.
Abraços e sejam sempre bem vindos aqui no Lugar da Fala

Anônimo disse...

oladoutora boa tarde , sou adeilton aracaju sergipe , meu pai teve um avc atingiu seu lado direito braço, perna e a voz meia tropa , quais são os exercicios que devo fazer com ele ele entede o que agente fala mas num fala direito, ainda a fono dele não veio atender.. brigado adeilton

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Adeilton?
Só o fonoaudiólogo que puder visitar seu pai pessoalmente e realizar uma avaliação da linguagem poderá orientar a família de como ajudar, pois depende de vários fatores. Nós, fonoaudiólogos, não tratamos todos os clientes com as mesmas estratégias. Cada caso tem as suas particularidades.
Pelo que entendi, vocês já contrataram uma profissional. Sigam as orientações que ela passar.
Obrigada pelo contato.

Anônimo disse...

dra.Kátia tenho 23 anos acabo de vira policial ja fiz tratramento mas nunca dei continuidade.estou disposto a fazer dessa vez até o fim.mas ainda da porque quanto mais velho pior eu ouvi fala.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá leitor policial
Já escrevi sobre a sua pergunta aqui no lugar da fala. Então, recomendo que você leia http://migre.me/1klqW e http://migre.me/1klyG.
Obrigada pela visita ao blog.

Anônimo disse...

dra.Katia preciso de sua orientaçao,meu filho tem cinco anos e falava tudo corretamente de um ano pra ca começou trocar a letra r pela leta i.ex:poita,lagaito.devo leva-lo na fono?Por favor me oriente.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Sim, prezado(a) leitor(a), você deve levá-lo para uma avaliação fonoaudiológica, pois as trocas na fala têm várias causas e algumas delas podem ser resolvidas de forma rápida. Portanto, busquem ajuda em breve para que a dificuldade seja abordada também brevemente.
Agradeço a visita

Anônimo disse...

Eu tenho o João Pedro de 6 anos que tem dificuldade para falar a letra R e pronuncia no lugar a letra S já esta com a fono isse tratamento é demorado pois ele também troca o V pelo Z

Anônimo disse...

tudo bem?? meu filho ja tem 6 anos e nao consegue falar bem por exemplo brasil ele fala basil, bicicleta ele fala biciketa e outras o problema e que eu nao posso pagar um fonoaudiologo e muito caro o que fazer.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Respondendo aos dois comentários anônimos anteriores: Com 6 anos já se espera que as crianças falem com o padrão articulatório (pronúncia) como o do adulto, portanto a resolução destas dificuldades demanda mesmo um tratamento com um fonoaudiólogo. A duração do tratamento varia para cada caso, e não é possível prever se será mais demorado ou não, apenas o acompanhamento especializado mostrará os resultados de acordo com a criança e o método utilizado.
Quanto ao pagamento do tratamento, existem serviços sociais e públicos de fonoaudiologia, busquem em sua cidade ou regiões vizinhas.
Obrigada pelas visitas

Anônimo disse...

ola,tenho um filho de 12 anos.a algum tempo venho percebendo que ele tem dificuldades em pronunciar algumas palavras que tem o R.como por exemplo: bruno ele pronuncia buruno.trabalho=tarabalho.cravo= caravo etc...
gostaria de saber se isso tem alguma relação com lingua presa?
qual profissional que devo procurar para fazer uma avaliação mais profunda?
se com algum tipo de terapia da fala ajudara a resolver este problema ou só cirurgia na lingua?
grata
andresa antunes

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Andresa
Para o caso de seu filho recomendo uma avaliação fonoaudiológica. A forma como você descreve me parece mais uma dificuldade com o tempo de fala (articulação+velocidade) do que com a movimentação da língua. Entretanto, às vezes há outros fatores envolvidos que não são observados e podem influenciar também. O (a) fonoaudiólogo(a) que o examinar poderá lhe informar os detalhes e indicar o procedimentos necessários.
Agradeço seu contato.
Abraço

Anônimo disse...

ola tenho um filho de 3 anos e 5 meses e nao fala nada ele é um pouco desatento o q devo fazer???

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá pais
Se seu filho já tem 3 anos e 5 meses e não fala nada, é importante que busquem uma avaliação fonoaudiológica.
E quanto à desatenção, qual foi a recomendação do pediatra? Nesta idade, as crianças interessam-se por várias coisas, mas ainda não mantêm concentração no mesmo padrão do adulto, então precisaria ver que tipo de "desatenção" acontece. Também é importante examinar a audição da criança.
Agradeço o contato. Obrigada pela visita!

Anônimo disse...

Olá, Tenho filho de 4 anos e 3 meses que não consegue pronunciar o "r" seguido de vogal. No lugar ele pronuncia a letra "i". Ex. arara = aiaia
rinoceronte = rinoceionte. As demais palavras com "r" no meio (seguidas de consoante)ou final da palavra ele pronuncia correto. Ex: porta, barco, amor. Devo procurar um fono? Ou é possível esperar um pouco mais? Obrigada.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia, pais
Sabem que eu estou atendendo um adulto exatamente com esta dificuldade de articular o som do "R" somente nesta posição, entre as vogais? Só que o tratamento, quando adulto, é mais complexo, pois a pessoa passou muitos anos falando daquela forma, os outros riem, a pessoa fica envergonhada, fala menos e baixinho para os outros não perceberem, a comunicação fica bem prejudicada.
Recomendo que busquem, sim, a avaliação e orientação pessoalmente com um fonoaudiólogo e parabenizo pela iniciativa. Ele agradecerá a vocês.
Abraço

Anônimo disse...

olá, tenho um filho com 10 anos que não consegue falar palavras com r e l no meio parecido com a filho da Andressa, exemplo: Bruno ele fala Buno, Clara ele fala Cara, Trem fala tem.
Gostaria de saber se é normal dessa idade ou se devo procurar um especialista?
Obrigado!

Rivando

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Rivando
Para responder a sua pergunta de forma mais completa, vou pedir que você leia um texto neste endereço: www.lugardafala.blogspot.com/2010/08/meu-filho-ainda-nao-fala-o-r.html
Se ainda tiver dúvidas, me escreva novamente, ok?
Obrigada pela visita, pelo comentário e por assinar (acho tão impessoal e distante responder para quem não se identifica ao menos com um apelido ou nome fictício, mas deixei esta opção para quem prefere assim e continuarei respondendo as dúvidas que aparecerem).
Boa semana!

Pedro disse...

Doutora, boa noite, tenho 22 e pronuncio palavras com as letras "r" e "L" com muita dificuldade sendo trocada na maioria das vezes pela letra "g", quando estou em reuniões do trabalho tem que me policiar muito para não usar palavras com essas letras, me falaram que tenho "lingua presa", só que nunca percebi isso de forma acentuada, também tenho "carne no nariz", sabe me dizer quais dos fatores pode provocar e se tem tratamento ou cirurgia?

Att,

Pedro Maurício

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Pedro?
Esta distorção do "r" e "l" é recorrente no consultório e uma das que, se não resolvida na infância, permanece até a idade adulta mesmo.
Eu imagino que complicado deve ser para você ficar evitando estes sons, quando poderia tentar um acompanhamento para ver possíveis meios de diminuir ou eliminar a distorção, deixando sua fala mais clara.
"Língua presa" é a forma como as pessoas chamam popularmente dificuldades no "r" e também no "s". Não significa que ela seja "presa", mas há uma possibilidade de o frênulo lingual(abaixo da língua)ser mais curto do que o necessário, dificultando os movimentos articulatórios. Contudo, já atendi vários clientes que tinham esta característica e pronunciavam bem, e estavam em atendimento por outras dificuldades fonaoudiológicas. Então, precisaria avaliar não só a estrutura, mas a função para ver se esta consegue se desempenhar. Quanto à obstrução nasal que você também comentou, pode interferir, mas não é a causadora do problema, pois também são encontrados vários casos em que as duas questões não estão relacionadas.
recomendo que você procure um(a) fonoaudiólogo(a) para uma avaliação e planejamento de como o seu caso poderá tratado.
Boa consulta!

Anônimo disse...

Boa tarde.
Temho uma filha de 5 anos e ela não consegue pronunciar os "s", nos fins das palavras.
Exemplo:sossegados, ela diz sossegado.
O mesmo se aplicava aos "r", mas no entanto tem vindo a ulatrapassar isso. O que eu acho curioso é que ela tenha dificuladade a pronunciar no meio e no fim das palavras.
O que posso fazer para ajudar minha filha

katya disse...

oi sou katya tenho 18 anos acabei de fazer uma cirusgia nao ligua poque era presa mais tenho que procura um fono eu queria saber como fasso para melhora na letra s ternho bastante dificudade

Anônimo disse...

Vanessa Teles.Bom dia dr. Katya.tenho um filho de 7anos e meio, e há um ano ele passou por cirurgia do frenulo lingual.Ele já faz fono há mais de um ano e eu não vejo resultados,e isso está me deixando preocupada,porque tenho medo que ele não consiga se dar bem na vida por não falar direito.Ele escreve muito bem,mas troca as letras na hora de falar e fono só passa exercicios de fala,nada com materiais.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caros leitores
Estive ausente por uma semana, mas aqui vão as respostas para suas últimas perguntas:
- Leitora anônima que fala da dificuldade de sua filha de 5 anos: necessita de uma avaliação, pois sua descrição não caracteriza uma alteração de fala comum na clínica. Procure um fonoaudiólogo para avaliar e orientá-la melhor.
Um abraço

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Katya
É exatamente o que você disse: precisa procurar um fonoaudiólogo para melhorar a pronúncia do "s".
De acordo com a sua nova estrutura física, o profissional ajudará a adequar funcionalmente o posicionamento de língua para a fala e, se necessário para outras funções orais.
Tenha um bom tratamento!
Abraço

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Boa tarde Vanessa
A fala e a escrita são funções distintas mesmo, nem sempre que uma está alterada, há repercussão na outra forma de linguagem.
Compreendo sua preocupação com relação à comunicação de seu filho no futuro, mas fique segura de que estas dificuldades têm tratamento e podem ser superadas.
Converse com a fonoaudióloga que está trabalhando com ele e tire suas dúvidas. Cada profissional tem sua forma e estratégias para trabalhar. Ela poderá esclarecer suas questões por já conhecer o caso e o processo terapêutico.
Obrigada pela visita!
Um abraço

elizangela disse...

oi sou
elizangela, tennho um filho de 2 anos, há mais ou menos um mês ele vem gaguejando, algumas palavras quando ele quer contar algo e logo fica nervoso, eu estou preocupada por que vou trabalhar e ele passa o dia na casa da avó e lá eles o criticam quando ele gagueja. O que devo fazer para ajuda o meu filho

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Elizangela
Converse com a avó e os outros moradores da casa, explicando e pedindo que tenham paciência, pois pode ser uma fase da fala ou um problema que se instala na infância. Veja como proceder lendo as orientações neste folder: http://lugardafala.blogspot.com/2010/10/meu-filho-comecou-gaguejar.html
Se você não perceber diminuição das dificuldades de fala em algumas semanas, procure um fonoaudiólogo para avaliar e acompanhar o caso.
Um abraço

Anônimo disse...

Olá sou Priscila tenho 25 anos e a minha voz é nasal, já fiz terapia alguns anos e parei, logo gostaria de saber se existe possibilidade de eliminar a nasalidade por meio de exercícios fonoaudiologicos. Meu otorrino diz que tenho o palato mole curto por isso o ar escapa pelo nariz mais do que deveria. Diante do meu caso o que é recomendável? Desde já agradeço pela atenção e parabéns pelo blog.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Priscila
Como vai?
De acordo com a estrutura física e o tratamento aplicado, é possível reduzir ou eliminar a nasalidade com a terapia fonoaudiológica. Diante da justificativa de seu médico, é importante uma análise da limitação causada pela estrutura orgânica. Para o seu caso seria recomendável a continuidade da fonoterapia, você diz que parou, mas entendi que não teve alta clínica. Algumas vezes, o tratamento se prolonga um pouco. Analise com o seu fonoaudiólogo quais são as maiores dificuldades e quais as possíveis estratégias para superá-las.
Obrigada pela visita e pelo comentário!
Abração

hugo disse...

OLA DOUTORA; MINHA FILHA TEM 4 ANOS E4 MESES E SO FALA MAMAE PAPAI E ALGUMAS SILABAS SE AGENTE FORÇAR ELA FALAR,ELA FOI PREMATURA E PEGOU MUITAS INFECÇOES,A PIOR QUE PODE IMAGINAR,ELA ESTA SENDO ACOMPANHADA PELA FONO.MAS NAO ESTOU VENDO MELHORA.ELA ENTENDE TUDO.MAS NAO FALA .POR FAVOR ME DE UMA RESPOSTA NAO MANDE PROCURAR FONO NAO....... SOU SUZY.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Suzi, querida
Desculpe-me, mas eu não entendi qual resposta você precisa. Sem conhecer sua filha e sem os resultados da avaliação fonoaudiológica, não é possível fazer nenhum comentário a respeito, exceto o que você já sabe: ela precisa de acompanhamento, pois sua linguagem oral é restrita às palavras que você mencionou. Somente a profissional que a acompanha pode dar algum parecer.
Espero que consigam bons resultados!
Agradeço o contato.
Um ótimo final de ano para vocês!

Anônimo disse...

Olá, tenho uma filha de 6 anos que não tem nenhum problema fisiológico: audiometria, tomografia, eletro, cariótipo, tudo deu normal. Porém ela fala somente algumas palavras, e as vezes consegue falar a primeira sílaba de outras palavras. Fala mamãe, às vezes vovô/vovó às vezes bobô/bobó. Lua, chama lu. Mas consegue falar pexe(peixe). Faz fono desde 2 anso e oito meses. Andou com um anos e dez meses, sentou no tempo certo e engatinhou. Para algumas coisas o desenvolvimento normal, para outras não. A sua idade cronológica não acompanha a fisiológica, parece ter 2 anos;está na escola desde 2 anos e meio. Ele tem consciência da sua dificuldade. E quando insistimos para ela repetir algo, se recusa. O que fazer? Insistir quando ela se recusa, ou deixa para lá. Se deixamos incentiva também a acomodação. Se insistimos, estamos certos. Como agir com ela? Nenhum médico fechou diagnótico. Ela tem um atraso neuropsicomotor. É só o ouço. Ela tem a coordenação motora grossa. Porém tem muita dificuldade com a fina e é canhota. Ela também começou esse ano terapia ocupacional. Faz fono pelo SUS 1 vez por semana. É suficiente?
Aguardo retorno. Desde já gradeço a atenção dispensada.
Ana Beatriz

Anônimo disse...

Oi, sou eu de novo, Ana Beatriz
Ela tem total compreensão de tudo que está a sua volta, interage, é bastante expressiva através de suas expressões e gestos. Atende a pedidos, cumpri ordens. É bastante afetuosa e na escola encanta a todos. Já estive com neuros, fono, otorrino, psiquiatra, geneticista. Há algo mais a ser feito que ainda não fiz? Conhece algum caso como o dela? A fono disse que ela não tem nenhum problema nos orgãos da fala, o problema dela é a nível neurológico. Porém, todos os exames não apontam nenhuma alteração, por menor que seja. Um abraço.
Ana

Anônimo disse...

oi meu nome e vanuzia tenho um filho de 2 anos e 6 meses ele fala muitas palavras mais ainda nao consegue forma frases qdo ele quer falar embola tudo o pediatra do posto falou que e dele que e o tempo dle para nao me preocupar mais me imcomoda porque tem crianças mais nova que ele e fala tudo me ajude

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Ana Beatriz?
Agradeço seu contato.
Que bom que sua filha já está em acompanhamento! Como nos demais casos, é complicado dar opinião sobre a frequência do tratamento, cada situação é única e as oportunidades de acompanhamento devem ser aproveitadas.
Já atendi vários casos, mas nunca um é semelhante ao outro. Cada ser humano é único e de acordo com a época de acompanhamento, da equipe de saúde, da família, o quadro muda.
Assim, conforme a dificuldade apresentada, o fonoaudiólogo que a acompanha poderá orientar a família quanto a exigir mais ou menos de sua fala.
Espero tenha sucesso na sua recuperação!
Grande abraço

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Vanuzia
Tudo bem?
É importante olhar o desenvolvimento da criança desde o início e isto também se aplica à fala, cujo desenvolvimento é particular de cada um e só uma avaliação com um fonoaudiólogo poderá detectar alguma possível dificuldade ou alteração, se houver.
Os profissionais (pediatra, fonoaudiólogo e outros) podem ter opiniões parecidas ou divergentes, mas cabe à família a escolha por esperar ou buscar ajuda mais cedo.
Boa escolha!
Um abraço

Anônimo disse...

Boa noite Drª Katia.
Sou Eliana mãe do Gabriel que tem 6 anos, ele tem dificuldades em pronuncial a letra "r", até mesmo seu nome ele diz Gabiel, este ano ele vai para a 2ª série e estou preocupada, pois na escola dele o ano passado foram selecionadas varias crianças para serem encaminhadas para uma fono e me falaram que era normal para a idede dele falar dessa maneira, mas eu acho que não é e sei que quanto mais cedo se procura ajuda mais depressa se resolve o problema. No postinho de saúde proximo da minha casa tambem me falaram que não era preciso me preocupar, pois isso era da idade e que logo ele passará a falar corretamente.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Boa noite, mãe do Gabriel
Gostaria muito de poder prever como cada criança se desenvolverá, mas atendendo várias pessoas, vemos peculiaridades no desenvolvimento de cada ser humano. Assim, infelizmente, não posso garantir que ele vai melhorar espontaneamente, pois tenho atendido adolescentes e adultos com esta mesma dificuldade, o que mostra que nem sempre com a idade os fonemas ausentes aparecem.
Sugiro que procurem um fonoaudiólogo: se a fala do Gabriel está evoluindo naturalmente para a articulação do "r", como vocês foram orientados pela escola, os resultados aparecerão rapidamente. Se, ao contrário, ele já estiver manifestando uma dificuldade com este som, o próprio acompanhamento deverá beneficiá-lo.
Espero ter ajudado.
Um abraço

Anônimo disse...

Meu nome é jaciara mãe Victor Hugomeu filho tem 3ano e 5meses e não fala nenhuma frase, mais canta ,sabe contar os numeros e já sabe o alfabeto quase todo. já estar na fono, ele já vai pra 4 sessão mais ainda não vi resultado...

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Jaciara
Obrigada pela visita ao blog, seja sempre bem vinda!
Cada criança tem um tempo de vinculação e início das respostas ao tratamento. Lembre que quase 3anos e meio de atraso na fala não são supridos em 3 sessões e estou supondo que, antes destas, ele passou por avaliação, mas se ainda está sendo avaliado, você deverá esperar que o tratamento inicie.
Em caso de dúvidas, converse com a fonoaudióloga que o está atendendo, ok?
Um abraço

Anônimo disse...

Olá Dra.
Meu filho tem 2anos e 4 meses, apenas fala oi e pra dizer tchau, fala tcha. Fala palavras que só ele entende, todas enroladas.
Ele é muito ativo, escala por tudo sem medo, o que quer ele aponta e falamos pra ele o que é mas não repete e se demoramos a atende-lo começa a gritar.
Gosta muito de folhar livros e rabiscar. Quando está assistindo tv fica super concentrado a ponto de a gente chamá-lo e nem nos olhar. Alguns gestos que fazemos ele imita, por exemplo estender a mão pra cumprimentar, agora tá começando a jogar beijo, adora dançar qdo ouve música.
Também não tem muito contato com outras crianças, fica o dia todo comigo.
Gostaria de saber se pra ele começar a falar é uma questão de tempo ou tem algo que possamos fazer pra ajudá-lo?
A pressão dos avós tá grande parecendo que não é uma criança normal.
Grande abraço.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Vou sugerir que você leia um artigo que escrevi aqui: http://lugardafala.blogspot.com/2009/10/qual-e-idade-para-que-crianca-fale.html
Acho que pode lhe esclarecer melhor.
Obrigada pela visita!
grande abraço pra você também

amigoscompreendam disse...

Olá,aqui é a Luiza,tenho uma filha de 3 anos e 4 meses e ela fala muito pouco apenas,papai,mamae,bibi,popoe nao .gostaria de saber o que tenho a fazer nesnte caso estou preocupada pergunto para medica ela me fala que esta em tempo ainda pois muda ela nao é .
gostaria de uma opiniao suas .
aguardo anciosa
Att,Luiza

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia, Luiza
Agradeço sua visita e contato e quanto ao seu pedido, sugiro que leia o seguinte artigo neste blog:
http://lugardafala.blogspot.com/2009/10/qual-e-idade-para-que-crianca-fale.html
Recomendo uma avaliação fonoaudiológica, que verificará a presença ou não de alterações orgânicas e fornecerá dados para orientá-los e conduzir a fonoterapia.
Abraço para você e volte sempre aqui no Lugar da Fala!

Anônimo disse...

Olá!
Eu falo um pouco anasalado, mas minha mãe não me leva em um fonoaudiálogo. Será que você tem algumas dicas de exercícios para mim?
Obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Sobre seu pedido, leia o artigo: http://lugardafala.blogspot.com/2010/10/indicacao-de-exercicios.html
Agradeço a visita!

Anônimo disse...

Ola , tenho um filho de 5 anos que ainda não tem uma fala desenvolvida ele não consegue falar frases longas ,fala do meio para o fim ex.nescau.. cau,banho .. bao.e quando vai tentar falar frases começa a guaguejar cinto que ele fica ansioso para falar,tento corrigir ele mas ele fica aborrecido e diz que não sabe,fico tão chateada pois os amiguinhos da escola riem dele dizendo que ele não sabe falar

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Quando a criança diz que não sabe ou não consegue, é porque está mesmo difícil para ela.
Um acompanhamento fonoaudiológico vai ajudá-lo a desenvolver sua fala.

Anônimo disse...

Estou muito preocupada com minha filha ela completou 3 anos, agora dia 15 de abril, mas fala pouco ou quase nada.Está na escola, interage bem mesmo sem falar.Acho ela super esperta , come sozinha, tira sapatos,liga o dvd, aperta bonecas que falam. Chego a chorar várias vezes por não saber o que fazer, já levei ao pediatra ele encaminhou para fono, e em uma primeira consulta ela notou que ela olha quando se fala com eal ,quando mostra algo ela se interessa.Por favor me responda estou desesperada.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caro leitor anônimo que enviou o comentário acima: o que você gostaria de saber?

Anônimo disse...

oi sou a leitora do comentário queria saber se com 3 anos é normal falar poucas palavras?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá querida
O acompanhamento fonoaudiológico ajudará a desenvolver a fala de sua filha.
Aos 3 anos já seria esperado que ela estivesse falando frases e com vocabulário mais extenso, mas não precisa se desesperar, vocês já estão em busca de ajuda e esta é ação correta dos pais para resolver a situação.
Um abraço e boa consulta!

Anônimo disse...

tenho um filho de 17 anos e somente agora depois de muito sacrificio conseguimos comprar os dois aparelhos para ele o dr. disse que a perca é de audição é muito grande, e ai depois que ele está usando os aparelhos eu não vi uma diferença que nos esperavamos, e nos moramos em uma pequena cidade aqui na bahia e não temos condições de de pagar uma fono, tentamos pelo sus, mas o dr. disse que não poderia acompanhar ele porque só poderia atender de 21 a 21 dias e assim não resolveria o problema do garoto. estou desesperado e não sei o que fazer, ele precisa estudar mas onde moro não tem um colegio especializado. em nome de jesus mim ajude, mim oriente, ficarei esperando uma resposta Deus te abençõe robertobateradejesus@hotmail.com

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Caro Roberto,
Responderei no e-mail que você deixou.
Obrigada pelo contato!

Anônimo disse...

Boa tarde, minha filha tem 1 ano e 11 meses e já fala praticamente tudo e com muita clareza, porém percebemos que ela tem dificuldade com a letra "L", ao invés de lá ela diz "ua", isso com o tempo naturalmente é corrigido, preciso esperar pra ver o que acontece, ou a partir de quando devo procurar por um profissional. Obrigado desde já.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Boa noite,
Não temos como prever o desenvolvimento de cada criança. Assim, o recomendado é que observem a fala dela e se notarem que, ao longo do tempo, continua não conseguindo pronunciar determinado som, marquem uma avaliação.
O momento de levar a um fonoaudiólogo é quando perceberem que a fala não está evoluindo, permanece com as mesmas trocas, sem conseguir superar estas dificuldades.
Agradeço a visita!

Tatiane Navroski disse...

Bom dia!
Minha filha de 7 anos está com nódulos vocais com possivel degeneração microcistica em prega vocal direita. Precisa fazer fonoterapia, porém não consegui vaga. Como poderia ajudá-la com exercícios em casa?
Contato:tati_navroski@hotmail.com

Anônimo disse...

olá minha flha tem 2 ano e 8 meses é super esperta sabe tudo até contar do 1 ao 10, sabe as vogais, mais as vezes qdo ela vai falar ela caqueja, ou quando que interpretar alguma frase ela caqueja fico preocupada , e normal. me mandar resposta pelo meu e mail apmotha@hotmail.com

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Ok, respondido por e-mail.
Até a próxima!

jc disse...

meu nome é José Carlos tenho 17 anos tenho dificuldade de falar palavras com tr,dr,por exemplo,pedro(pegro)três(crês)minha lingua é grudada na pontinha por uma espécie de veia bem fininha,existe tratamento para isso?meu e-mail é:jccx1000@hotmail.com

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá José Carlos
No artigo: http://lugardafala.blogspot.com/2011/04/o-que-e-lingua-presa.html escrevi sobre sua pergunta.
Se ainda tiver dúvidas,pode escrever.
Obrigada pela visita ao blog!

Anônimo disse...

Olá, meu nome é Danielle. Tenho uma filha de 6 anos tem dificuldades de pronunciar algumas letras. ex: televisão ela diz telefisão, gato ela diz cato, bola diz pola, zebra diz sebra e assim por diante. Ao escrever ela escreve certo, mas n~çao consegue pronunciar. Isso passa com um tempo? ou é sério?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Danielle
Isso não costuma passar com o tempo. Procurem um fonoaudiólogo para ajudá-la a resolver assim que possível. Pode não interferir na linguagem escrita, mas altera a compreensão da linguagem oral. Já atendi adultos com esta queixa no consultório, não deixem passar.
Um abraço e boa consulta!

Anônimo disse...

Olá dra.Katia,que bom que tem esse espaço para nós mães,pois é muito útil e muito importante.Dra.meu filho tem 2 anos e 3 meses e fala pouquíssimas palavras,ainda não junta as palavras q fala como"não quero",etc..,pois dependemos do sus e a pediatra dele falou em ver uma fono mas estamos aguardando a alguns meses e nada.Será que ele está no tempo certo?Obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia, cara leitora
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Seu filho tem uma boa pediatra, que o encaminhou precocemente. Se puderem consultar um fonoaudiólogo, orientações e/ou tratamento precoce (se necessário)evitarão que possíveis dificuldades maiores se instalem.
Um abraço

Anônimo disse...

Boa tarde, venho em busca de alguma dica...Trabalho em um call center e sou responsável por um grupo de teleoperadores. Em suas monitorias notei a dificuldade em pronunciarem palavras com terminação em "ndo", fazendo-os pronunciarem "falano", "anotano"... Há algum tipo de exercício que podemos propor para a pronúnica correta destas palavras?

Obrigada!!
Lucila

-> Me descuple se postei este questionamento mais de uma vez, não estava conseguindo postar então acredito que possa ter repetido...

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia, Lucila
Se são vários teleoperadores falando desta forma, é possível que tal pronúncia esteja relacionada à variação linguística local.
Sendo assim, a forma como poderão mudar é pela percepção da diferença entre as duas formas usadas("falando" e "falano") e por meio da prática da pronúncia.
Cabe lembrar que em teleatendimento os atendentes devem evitar os gerúndios no tempo futuro("vou estar fazendo", "vamos estar verificando"). Três verbos podem ser substituídos por apenas um: "farei" ou "verificaremos".
Um abraço e ótimo trabalho pra você!

Rosângela Jacobs disse...

Bom dia! Preciso urgente de uma informação. Tenho um filho de 3 anos e estou muito preocupada. Ele sempre falou bem, ouviu bem, é muito esperto e inteligente, já vai na escolinha e nunca teve problema, mais de uns dias pra cá, ele começou a erguer o volume da tv porque diz que não ouve e algumas vezes falamos com ele e ele pede para repetir umas 2 vezes que não entendeu, só que não é tudo, são algumas coisas, ele nunca teve problema de audição e fala tudo certinho. De manhã ele fica na minha mãe desde que nasceu, e ela como já é de idade não ouve bem e costuma pedir para repetir porque não ouve e a tv dela o som é bem alto. Será que realmente ele não está ouvindo bem ou está pegando o costume da avó, me ajude por favor. Obrigada.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Rosângela
Algumas infecções ou viroses podem causar perdas auditivas em diversos graus nas crianças. Isso quer dizer que pode haver uma dificuldade auditiva ou não.
Para tirar a dúvida, marque uma consulta com um otorrinoalringologista que encaminhará aos exames auditivos e lhe orientará sobre o tratamento.
Um abraço e obrigada pela visita ao blog!

Anônimo disse...

BOA TARDE,
TENHO UM FILHO DE 9 ANOS E ESTA COM UM GRAVE SERIO DE GAGUEIRA. TEM EPOCA Q MELHORA UM POUCO MAS TEM TEM EPOCA Q NÃO SAI PALAVRA ALGUMA.
ELE SOFRE MUITO COM ISSO, NA ESCOLA PRINCIPALMENTE.
QUAIS SÃO OS EXERCICIOS Q DEVO FAZER COM ELE?
DEDE DE JA AGRADEÇO.

ADRIANA

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Adriana
A gagueira é uma questão de linguagem, por isso não trabalho com exercícios, mas com a imagem do falante.Para entender melhor, veja, aqui no blog, os posts sobre gagueira e indicações de exercícios fonoaudiológicos.
Procure um fonoaudiólogo para avaliar e atender seu filho, de preferência ainda na infância, para minimizar os desconfortos desta disfluência na fala.
Um abraço

Carla disse...

Ola Kátia, tudo bem?!
Tenho uma filha de 2 anos e 10 meses, ela fala bastante e aprende muito rapido, mas troca algumas letras, como o /c/ por /t/, ou não consegue pronunciar o final de algumas palavras por exemplo, menina ou menino ela diz meninta/meninto, prima ela diz primpa...sempre converso com ela e costumo brincar com ela diante do espelho repetindo algumas palavras que ela tem dificuldade...o que devo fazer? ou ainda não devo me preocupar e ela vai melhorar com a sequencia?
obrigada pela atenção.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Carla
Sugiro que leia o seguinte artigo neste blog: Qual é a idade para que a criança fale corretamente?
Não temos como saber se as crianças vão desenvolver a fala dentro do tempo esperado ou vão atrasar.
Quando os pais suspeitam de atraso e levantam dúvidas, já recomendamos que marquem uma avaliação com um fonoaudiólogo, que examinando a criança, verificará se sessões de orientação resolverão ou se já a acompanharão em consultório periodicamente.
Abraço e boa consulta!

Anônimo disse...

Boa tarde, meu filho tem 13 anos e não pronuncia a letra ( R ) ele esta com a fonoaudiologia a 3 anos
gostaria de saber se tem algum livro que eu possa ler e ajudar tbm ao meu filho pois somente os exercícios com elásticos e assoprando não esta funcionando.grata

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá cara leitora
Em geral, as dificuldades fonoaudiológicas não são resolvidas apenas com técnicas de livros. Com a experiência do fonoaudiólogo, é avaliada a origem e localização do problema. O tratamento é traçado a partir daí e então são escolhidas as estratégias que serão empregadas. Algumas vezes, os exercícios são úteis, mas existem outros fatores a serem considerados. Converse com o fonoaudiólogo que o atende não deixe de esclarecer suas dúvidas sobre o tratamento.
Grande abraço e obrigada pela visita.

Anônimo disse...

olá meu nome é Valesca.
tenho um filho de 1 ano e 9 meses e ele fala tudo embolado, e não fala muito mas ele é muito esperto. gostaria de saber se é normal ou se eu tenho que correr atras de algum fonoaudiologa? agradeço desde já abraços valesca.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Valesca
Leia o post: http://lugardafala.blogspot.com/2009/10/qual-e-idade-para-que-crianca-fale.html (Qual é a idade para que a criança fale corretamente?), que vai te ajudar a entender melhor e orientar na conduta com seu filho.
Um abraço e obrigada pela visita ao blog

Anônimo disse...

Olá, gostaria de saber porque quando falo tenho dificuldades de pronúnciar palavras com (dr) e (tr), sempre acabo trocando estas por (dl) e (tl)

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá. Recomendo que faça uma avaliação com um(a)fonoaudiólogo(a) para verificar se há alteração orgânica, muscular, funcional ou decorrente de outras causas. O exame poderá fornecer dados para responder à sua pergunta.
Grata pela visita o blog.

Anônimo disse...

Olá , Tudo bem.
Tenho uma neta que tem fenda palatina e sindrome de Pierre Ruban,ja fez a cirurgia, agora ela esta com 2 anos e levei na fono. Ela pediu para trabalhar muito com exercicio de sopro, beber no canudo e enfatizar palavra com "P" a criança fala a ai no lugar de pronunciar papai.Gostaria que me enviasse algumas ativiade para eu exercitar com ela aguardo resposta

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Boa tarde
A fonoaudióloga que examinou sua neta deve ser a profissional capacitada para recomendar o tratamento, uma vez que ela examinou e constatou quais as alterações a serem trabalhadas.
Leia também aqui no blog o artigo: Indicações de exercícios fonoaudiológicos.
Um abraço e bom tratamento!

andrea disse...

Boa noite doutora,tenho um filhinho de 1 ano e 8 meses,ele só fala umas 3 ou 4 palavras,o pediatra falou que preciso levá-lo ao fono.
Consultei outro pediatra e ele falou que não preciso me preocupar agora e que devo esperar até ele completar 2 anos e ver se continua a mesma situação.
Eu o estimulo bastante,faço caretas,conto histórias,canto...
O que a senhora me sugere?
Obrigada a atenção ,aguardo resposta.

Anônimo disse...

Olá doutora,,
tenho filho de 2 e 8 meses ,fala algumas coisas mas não conseguimos as vezes entender..ele tenta contar uma historia mas não consegue ai fica bravo..
O pediatra pediu que eu levasse ao fono,,outro fato ele é hiperativo,, isso atrapalha na comunicação ,pq ele não tem atenção,não fica quieto de jeito nenhum..

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Andrea
Como o seu menino está no início do desenvolvimento da linguagem oral, é uma fase na qual a observação da família é fundamental. Nenhum profissional fonoaudiólogo ou médico neste momento poderá garantir a você se ele falará normalmente ou se terá algum atraso na fala. Depende do desenvolvimento dele que não será exatamente igual ao de outra criança porque cada um se desenvolve de uma forma. Nunca é contra-indicada uma consulta ao fonoaudiólogo. Observe se, nas próximas semanas, ele fala outras coisas. Brinque com ele, fale com ele, não force para que fale, apenas incentive. Não haverá grande prejuízo entre 1anoe8meses e 2 anos. Entretanto, esperar, esperar,esperar muito, pode sim adiar um acompanhamento que seria rápido. Que bom que os pediatras estão mais atentos a isso!
Grande abraço e que seu menino se desenvolva a cada dia mais!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Prezado(a) leitor(a) anônimo(a)
Sobre seu filho de 2 anos e 8 meses, sigam a recomendação do pediatra. Evitem os rótulos: "ele é hiperativo" , "ele não fala bem". Tratem-no pelo "NOME DELE".
Ele precisa se desenvolver como um filho amado e suas dificuldades vão sendo diminuídas conforme os profissionais da saúde o acompanham.
Boa consulta!

Nilza disse...

Bom Dia Dra.
Tenho um menino chamado Arthur, de 2 anos e três meses. Ele é muito esperto, entende tudo que falamos, dorme bem, come bem e não passou por nenhum trauma, porém ele está muito preguiçoso para falar, tanto que fala só algumas palavrinhas. Em casa incentivamos bastante, porém ele fica irritado. Conversei com o pediatra dele e ele nos orientou a levá-lo numa fono. Isso é preocupante. Beijos

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Boa tarde, Nilza
Fico feliz em saber que você está buscando ajuda e mais ainda que o pediatra já deu a receita correta: levar ao fonoaudiólogo.
Não é caso para se preocupar se estiverem seguindo a orientação do pediatra, mas para confiar no trabalho do profissional escolhido.
Tomem cuidado com o rótulo "está muito preguiçoso para falar", ele pode estar com alguma dificuldade. A linguagem compreensiva (entender as coisas, imitar, brincar) desenvolve-se mesmo antes da fala, mas nada pode garantir que ele fale pouco por "preguiça".
O fonoaudiólogo que o atender os orientará quanto à melhor forma de se referir a esta fase.
Grande abraço

Anônimo disse...

Boa tarde,Drª Kátia.
Tenho um menino que fará 5 anos agora em Dez/2011.
Antes ele não pronunciava a letra "R" nas palavras (por exemplo na palavra CADERNO dizia CADENO.
Há cerca de 1 mês para cá, isto inverteu-se,ele passou a pronunciar a letra "R" nas palavras mas de uma forma acentuada.
Isto é, uma qualquer palavra que contenha a letra "R" ele diz "RR".
Por exemplo em vez de dizer "barata" diz "barrata".
Gostaria de saber se isto pode ser algum sintoma de disturbio médico e o que podemos fazer para o ajudar.
Muito Obrigado
Paulo

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia, Paulo
Agradeço seu contato e visita ao LUGAR DA FALA.
Sugiro que marquem uma avaliação fonoaudiológica aí na sua cidade, pois o seu relato refere-se som do "r" em posições diferentes nas palavras, o que pode ser uma dificuldade articulatória, uma adaptação proveniente do desenvolvimento da linguagem oral ou tentativas para a articulação adequada. Somente uma avaliação pessoal e detalhada poderá esclarecer isso e determinar a conduta a ser tomada. Nesta idade, é bom que seja realizada em seguida, para que o seu menino supere esta questão com brevidade.
Grata pela confiança!

Anônimo disse...

olá tenho um neto de 4 anos que não consegue pronunciar a primeira letra das palavras,ficando assim um pouco difícil de comunicarmos com ele.O que fazer?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Boa tarde,
Recomendo que levem o menino ao fonoaudiólogo para avaliar se esta dificuldade no início das palavras é articulatória ou uma alteração na fluência da fala. Só ao identificar o problema é possível, então, iniciar a fonoterapia.
Obrigada por visitar o Lugar da Fala e boa consulta!

Ana disse...

Olá, me chamo Ana e tenho uma dúvida a respeito de como funciona o estudo de fonoaudiologia.
o estudo funciona com 4 anos de estudo de medicina, e logo depois destes 4 aos mais 2 anos de especialização na areá da fonoaudiologia ou algo assim, ou só é preciso estudar a fonoaudiologia direto mesmo?
desde já agradeço.
Obrigada!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Ana
O curso de graduação em fonoaudiologia em geral dura 04 anos. Busque as grades curriculares nas faculdades/universidades perto da sua residência. A especialização ou pós graduação para definir a área de atuação têm duração variável, dependendo da sua escolha.
Um ótimo curso para você!

Carla disse...

bom dia Ana, meu nome é Carla, sou fonoaudióloga recém formada, agora que comecei a atender em consultório estou um pouco ansiosa com uma paciente minha, nao sei se estou fazendo certo. bem ela tem 8 anos e tem língua grande e faz projeçao da lingua para fora e nao consegue falar o r de arara. entao a 1 ano e meio estou trabalhando com exercícios de tonicidade de lg, onde melhorou, agora ela está conseguindo quando peço para ela falar os fonemas q fazem a projeçao da lg sem projetar. Mas qdo a fala expontânea continua projetando. Aí comecei a dar exercicios de vibraçao tedene, pedede, e agora ela começou a conseguir vibrar no tedene, falando terere mas ela nao percebe e qdo peço para ela falar alguma palavra com r vibrando ela nao consegue elevar a língua. O que faço? estou perdida, ansiosa, estou no caminho certo? tem algum exercício a mais q posso fazer com ela, alguma tecnica? Conto com sua ajuda. e obrigada. abraços.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Carla
Sugiro as literaturas sobre anatomo-fisiologia fonoarticultória e também sobre clínica da linguagem.
abraço

Anônimo disse...

Olá, me chamo Cléia, tenho vizinho que aos 2 anos de idade percebi que ele não pronunciava as palavras corretas, principalmente palavras com "R", comentei com a mãe desse garoto e dei a ideia de comentar esse problema com o Pediatra, na época o Médico Pediatra falou que era normal, mas hoje com 6 anos de idade continua pronunciando as palavras sem o "R" como por Ex. (Irmão ele pronuncia "Imão").
E com essa dificuldade de falar que ele tem, é necessário procurar um tratamento como um especialista nesta área de fonoaudiologia?
desde já a agradeço!
Obrigada!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Cléia
Certamente uma consulta fonoaudiológica é indicada para este caso.
Obrigada pela visita ao blog e um abraço

Daniela disse...

oi meu nome é Daniela e tenho uma filha de 5 anos que tem a fala muito estranha desde pequena, ela ainda quando bebê foi diagnosticada com epilepsia e as convulsões dela só davam quando ela chorava então não deixavamos ela chorar ficou muito dependente e mimada quando começou a fazer tratamento com os remedios dormia muito então parou no tempo.
Com 3 anos e pouco parou a medicação e começou a ficar um pouco mais esperta mas msm assim falava pouco no ano que passou foi para a pré escola ai melhorou se soltou mais e fala bastante mas troca muitas letras as principais que ela não fala é o V e o R do meio da palavra por exemplo fala em vez de vó fala zó (troca o v por z) e o r não fala msm prato é pato e tudo assim a professora da pré escola me orientou a esperar mais um pouco para pedir fono porque ela tava progradindo muito bem pois no inicio era muito retraida e depois foi melhorando até começou a falar mas essas trocas me preocupam o que devo fazer? obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Daniela
Sabe, eu sempre fico um pouco preocupada com a palavra "esperar" quando falamos de crianças. Crianças estão se desenvolvendo todos os dias, aprendendo a todo momento e as perguntas que me intrigam são: esperar o que e quanto?
Obrigada por compartilhar comigo que sua filha está progredindo na escola (é o esperado na socialização da criança fora da família). E penso também que, se você coloca sua dúvida aqui sobre "esperar", me parece que esta não é a sua escolha imediata.
Veja as dicas e recomendações sobre "linguagem em crianças" aqui no blog e tome a sua decisão.
Grande abraço e obrigada pelo comentário

Anônimo disse...

Ola preciso de ajuda eu tenho um problema na fala em vez de falar AGORA eu falo AGOGA queria uma ajuda de um profissional por que muitas vez as pessoas me entendem errado e esse problema pode me atrapalhar mais pra frente, espero que alguém me responda contato é carlospetrisc@hotmail.com estou a espera de uma resposta muito obrigado pela atenção.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Carlos?
Este tipo de distorção do som "r" é bastante encontrado na clínica. Foi um jeito mais fácil que seu cérebro encontrou de pronunciar este som, o qual deveria ser produzido com a ponta da língua e não com a parte posterior. É necessário um acompanhamento fonoaudiológico para minimizar ou eliminar a distorção. Em clientes adultos temos a vantagem de que são bastante focados na fonoterapia, pois procuraram a consulta voluntariamente. Contudo, por terem maior experiência com o som distorcido(falar desta forma há vários anos), é um bom desafio mudar este padrão. É possível e eu o encorajo a não demorar se isso lhe incomoda e você pretende mudar a situação.
Obrigada pelo comentário e seja sempre bem vindo ao Lugar da Fala.

Emagrecendo disse...

Olá Kátia,

Tenho um filho que irá completar dois anos agora no final de fevereiro, a unica palavra que ele pronuncia é mãe, ele fala muito a lingua enrolada de bebe (pronuncia palavras sem sentido algum)mas que a gente percebe que pra ele quer dizer alguma coisa , percebi que em certos momentos ele coloca a lingua no céu da boca quando esta falando, o pediatra sempre me disse que meninos são mais preguiçosos e tendem a falar mais tarde, mas queria muito sua opinião se devo levar ele em uma consulta com fonoaudiologo ou se ainda é cedo para isso?
Agradeço sua atenção

carolina da silva pereira disse...

ola doutora!!!gostaria de saber minha filha tem dois anos e oito meses e fala poucas palavras,nao consegue formar frases quando fala nao compreendo pois fala muito enrolado.Ela chupa bico sera que o bico influencia nisso.Na escolinha aonde ela vai acredito eu que nao a estimulem o suficiente pois as coleguinhas falam bem e ela quase nada.Ela tem dois ano e oito meses mas tem tamanho de uma criança de quatro.por favor doutora o que devo fazer???obrigada desde ja.abraços

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Carolina
Você deve marcar uma avaliação fonoaudiológica. As crianças desenvolvem sua fala não só pelas atividades da escolinha, mas um conjunto de fatores: orgânicos, emocionais e ambientais.
O bico pode ficar disponível apenas para a hora do sono e retirado logo depois que dorme. E já prepare-se para retirá-lo definitivamente ainda neste semestre, pois pode influenciar em alterações da arcada dentária e outros.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala e boa consulta!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Sim, uma consulta fonoaudiológica esclareceria se há alguma dificuldade ou o tempo dele está um pouco mais lento e talvez precise de ajuda profissional. Tenho certa preocupação quando ouço o rótulo "preguiçoso". O que caracteriza uma criança com preguiça de usar a sua língua que só a ajudará a se desenvolver e se comunicar? De onde sai esta ideia de que a criança é preguiçosa, não é mesmo?
Enfim, boa consulta pra vocês!

Anônimo disse...

oi meu nome é marina meu filho tem 3 anos e nao fala direito,muito menos frases,iso é normal?????

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Marina?
Para esclarecer melhor sua dúvida sobre a fala de seu filho, leia aqui no blog "Qual é a idade para que a criança fale corretamente?" (http://lugardafala.blogspot.com/2009/10/qual-e-idade-para-que-crianca-fale.html). Neste artigo você poderá compreender melhor o desenvolvimento da fala.
Abraço

Anônimo disse...

olá doutora, estou muito preocupada.Tenho um filho de 7 anos e 8 meses que já faz algum tempo que faz fonoterapia.No inicio ele não falava nada certo e foram vários fonemas a serem vencidos mais ai no final a fono constatou que ele precisava fazer uma cirurgia de freno lingual para conseguir o r.Eu fiz mais ai quando retornei ela disse que ele não tava conseguindo com ela que eu deveria mudar pra outra fono mudei.Mais ai quando fui pra outra foi constatado que vários fonemas tinham voltados não todos mais que deveriam ser trabalhados denovo.Só que já faz 11 sessões que ele está no "d" e percebo que ele já pode seguir para outro mais ela diz que não e fico na dúvida pq com outra foi tão rápido mais os problemas voltaram e com essa tá lento demais não sei oque faço pois o plano só tem disponível essas duas e mais outra que desaprovei de cara.Estou desistimulada ele também até estou levando a um psicologo pra ajudar e também percebo que a fono atual não tem muito jeito com criança oque faço me ajude.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia
Mantenha o acompanhamento com o profissional fonoaudiólogo de sua confiança.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala

Natália disse...

Olá, meu nome é Natália! Gostaria de saber o que posso fazer para a "aprender" a falar correto, pois troco, algumas vezes, o 'c' com 'z' com 's' com'ç', 'l' com 'r', e confundo outras letras com outras. Tem algum exercício para que eu pratique? Tenho 22 anos de idade, moro em Parnamirim/RN.
Obrigada!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Como vai, Natália?
É importante certificar-se de que sua audição está bem e então marcar uma consulta fonoaudiológica para verificar se há alguma alteração orgânica.
Parece que se você já está tentando falar melhor e, ainda assim, confunde, uma ajuda profissional é necessária.
Um abraço

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

meu nome é sula eu tenho um filho especial , ele tem 11 anos e naõ fala nada, ele tem atraso entelectual,ja fez exame de audiçaõ ele escuta super bem,de vez em quando ele fala papai,e grita muito,ja esta fazendo fona,espero uma resposta sua dr.obrigado sula....aguardo....

Olá Sula
Seu comentário foi acidentalmente apagado do blog, mas copiei aqui, pois não entendi qual é a sua dúvida.
O que você gostaria de saber?
Um abraço

Anônimo disse...

OI.meu nome é Andréa tenho uma filha de sete anos e não consegue pronunciar palavras com tr e dr.ex trabalho e droga...gostaria de saber qual exercicios fazer com ela.moro em Cachoeira do Sul.Rs obrigada

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Andréa
Leia aqui no blog o artigo "Indicação de exercícios fonoaudiológicos", que poderá esclarecer sobre sua dúvida.
Obrigada pela visita e grande abraço ao meu povo do Rio Grande!

Anônimo disse...

Meu nome é Carlos, tenho um filho de 3 anos e 8 meses que tem não pronuncia a letra r e a letra l, semana passada fomos a uma primeira consulta com uma fono, porém ela informou que nas proximas consultas ele teria que ficar sem a presença dos pais no consultório. Isto é comum?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Carlos
É comum trabalharmos com crianças sem a presença dos pais - a criança fica bastante a vontade, a família não interfere e a é possível avaliar vários outros itens de linguagem como a compreensão e o estabelecimento de limites/regras e como a criança reage a isso. Quando a família está presente na sala, há uma tendência em interferir, ajudar ou explicar quando a criança não consegue algo. Contudo, é possível que a família acompanhe, quando necessário, ou acordado entre as partes.
Entretanto, isso deve ser explicado aos pais pelo próprio profissional que está atendendo. Fico me perguntando por que isso o intrigou e o quanto estão confiando na profissional, já que procuraram uma outra para esclarecer suas dúvidas...
Lembrem-se que o tratamento também acontecerá regularmente só com a criança. Vocês estarão tranquilos em aguardar na sala de espera?

Anônimo disse...

Dra kátia eu tenho problemas em pronunciar r por exemplo a palavra *tronco* eu pronuncio *trronco* sai com muito r e as pessoas ficam me insultando o k faço?

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Marque uma avaliação fonoaudiológica para verificar se há uma dificuldade muscular ou funcional e siga as recomendações do fonoaudiólogo.
Obrigada pela visita ao blog!
Seja sempre bem-vindo(a)!

nelly pocoaca disse...

Bom dia eu queria saber qual procedimento deve ser tomado no meu caso porque minha prima não consegue falar a letra "R" nas palavras ela troca pela letra "L" e também tem dificuldades em ler...

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Nelly
O melhor procedimento é marcar uma avaliação fonoaudiológica para descobrir se há dificuldades orgânicas, musculares, funcionais e/ou linguísticas e então, ver qual é o tratamento recomendado, de acordo com o tipo de problema.
Obrigada pela visita e boa consulta!

Anônimo disse...

obrigada Dr. Kátia mais é k eu vivo em Angola e aqui nao tem fonoaudiólogo.... bom dia

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Sinto que não haja atendimento na sua região, pois nossa conduta no Brasil é encaminhar sempre ao profissional mais próximo, conforme a nossa legislação que você pode conferir aqui: http://lugardafala.blogspot.com.br/2010/10/indicacao-de-exercicios.html
Procure o que é oferecido como alternativas no seu país.
agradeço a visita ao blog

Anônimo disse...

olá , estou com o seguinte problema , tenho filhas gemeas de 2 anos e 5 meses, elas apresentam problemas no desenvolvimento da fala elas falam pouquissimas silabas , como papá , mama, nene, começei um tratamento com a fono á alguns meses, porém não estou sentido muitas evoluções , bem ao não ser que elas tinham baba constante e ela parou, mais conicidiu com a fase de nos estarmos ensinando elas a fazerem motorzinho , porém a fono agora sugeriu que fossemos ao neuro, e a fiso pra ver se elas teriam mais algum tipo de problema a ser detecta ela chegou a mensionar em um problema psicomotor, confeso que fiquei muito preocupada , liguei para pediatra que as acompanharam desdo nascimneto , ela acho que não há necessidade pois as meninas são espertas e tiveram um desenvolvimento nornal , o que vc me diz desse caso, como moro no interior e aqui não tem neuro pediatra , decidi ir com minhas filhas para a capital goiania para leva las em um neuro pediatra para termos mais precisão, porem queria ouvir uma segunda opinião de um outro fono , se caso tiver alguem pra fazer indicação....por favor me ajude

Teca disse...

Olá, tenho um filho de 5 anos e 3 meses que não consegue pronunciar o r, mas o rr. Acontece o seguinte: ele não diz praia, mas paia. no entanto, fala corretamente a palavra carro. Até uns 8 meses ele não falava planta, pluto, mas eu o ajudei e hoje ele corrigiu. É normal ainda nessa idade conseguir falar o r (praia, três, trator...)não ou devo procurar um fono?

Obrigada, Vivianne

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá
Quando, nós, fonoaudiólogos solicitamos a avaliação de algum colega médico, dentista ou terapeuta, estamos querendo um parecer profissional que vai além do que enxergamos em nosso atendimento. Eu não conheço suas filhas e não sei quais são as dificuldades apresentadas. Quando as famílias nos dizem: "a criança não fala ou fala pouco" há muitas e muitas possibilidades a partir de análises orgânicas, emocionais, linguísticas e ambientais. A família não precisa ficar assustada, mas pode ser que os exames solicitados esclareçam melhor o caso e isto até possa acelerar o tratamento fonoaudiológico. E aos pais fica sempre a recomendação: a família deve confiar nos profissionais que acompanham seus filhos. Tirem todas as dúvidas diretamente com eles, ok?
Bom tratamento e obrigada pela visita!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Viviane
Se você articular estes dois sons, vai perceber que são pronunciados de formas diferentes. Não significa que conseguindo articular de de uma forma a criança já conseguirá todas as formas.
Não é possível para nós, fonoaudiólogos, prevermos se a criança superará ou não a dificuldade sem ajuda.
Marque uma avaliação para estar mais tranquila de que os cuidados foram tomados.
Um abraço

Rachel Souza disse...

olá.....meu filho tem 3 anos e tb fala muito enrolado..... e o seu filho melhorou? O que vc fez? me mande um email rachelmaria2008@hotmail.com

Anônimo disse...

Ola, meu nome é Mara e queria saber como conseguir livar dos gosos das pessoas so porque nao sei desser o R, em vez de disser Mara eu digo Marra ou trrabalho carrego bastante isso já me tem estragado a vida.
???

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Mara
Você já procurou um fonoaudiólogo para tratar de sua fala? Se ainda não fez isso, marque uma avaliação fonoaudiológica aí na sua cidade. Muitas vezes as dificuldades articulatórias podem ser resolvidas ou amenizadas em algumas consultas. E se você está muito ansiosa com sua fala, pode ser que também seja útil uma orientação psicológica, para que os comentários das outras pessoas não influenciem tanto a sua vida.
Obrigada pela visita ao blog!

Anônimo disse...

Olá Dra Bianca,tenho um filho de 7 anos que fala corretamente,porem não consegue escrever letra cursiva,pois junta todas as letras ficando ilegivel, a escola sugeriu que procurasse ajuda da Fono, esse profissional pode ajudar neste caso, me responda por favor, não sei o que fazer.

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Bom dia, Bianca
Para as dificuldades escolares há sempre uma ajuda fonoaudiológica importante. O trabalho é direcionado à linguagem escrita e pode facilitar a aprendizagem, encontrando estratégias para que a criança utilize esta linguagem de acordo com o seu desenvolvimento.
Obrigada pela visita ao blog e boa consulta!

Thais Aguiar disse...

Bom Dia Dra, meu nome é thaís, tenho uma filha de 6 anos, que pela falta de experiencia, acredito eu, que não estimulei os musculos da fala. Durante a introdução de alimentos, procurei sempre facilitar para ela, batendo no liquidificador, tomando na mamadeira as sopas, e acredito que por isso hoje minha filha fala colocando sempre a lingua para fora, como se fala-se com a lingua, gostaria de pedir uma opinião para tomar a melhor atitude com ela. Obrigada!

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Oi Thaís
Não se sinta culpada: pais fazem o melhor que podem.
Marque uma avaliação fonoaudiológica e siga as orientações do fonoaudiólogo avaliador para encaminhar o caso. Às vezes, também é recomendada uma avaliação ortodôntica. Veja o que o seu fonoaudiólogo vai orientar.
abraço

Anônimo disse...

Olá Dra.. Meu nome é Anderson, tenho 15 anos, porém não consigo pronunciar o "r" corretamente. Quando eu era pequeno, de 5 a 10 anos eu falava normalmente, mais agora não estou. Palavras como: TRatamento, TRabalho, TRonco, etc.. não consigo dizer. Algum exercício para recuperar a fala do "r"?
Muito obrigado e espero uma resposta imediata. Abraços ^^

Fonoaudióloga Kátia Bianchi disse...

Olá Anderson
No final do artigo acima, há um link para o artigo "Indicação de exercícios fonoaudiológicos". Lá você encontra os esclarecimentos sobre exercícios.
Um abraço

Anônimo disse...

meu filho de 7 anos ele saber ler mais na hora de escrever faz emendado a professora falou que ele escreve como fala o que devo fazer
att carla

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Como vai, Carla?
É importante ver em que fase do desenvolvimento da escrita seu filho se encontra. Uma consulta fonoaudiológica poderá esclarecer as dúvidas. Possivelmente, ele pode ser ajudado ainda nesta fase inicial do aprendizado.
Um abraço

rejany.oliver disse...

Olá. minha filha tem 2 anos e 1 mês. porem ainda não fala tudo explicado. será preciso ir ao fonoaudiólogo.
por favor me envie mas esclarecimento.
morena.cravoecanella@hotmail.com

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, Rejany
Sua dúvida pode ser respondida nos artigos:
http://lugardafala.blogspot.com.br/2009/10/qual-e-idade-para-que-crianca-fale.html; e http://lugardafala.blogspot.com.br/2011/02/em-que-idade-procurar-um-fonoaudiologo.html.
Um abraço e obrigada pela visita ao Lugar da Fala!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Comentário acima excluído acidentalmente e transcrito aqui:
OLA MINHA FILHA TEM 9 ANOS E FAZ FONO A 2 ANOS E CONTINUA COM MUITA DIFICULDADE NOS TREINAMENTO E NORMAL OU TEM ALGUM EXAME EXPECIFICO QUE POSSO CONTATAR O QUE ESTA ACONTECENDO A PEDIATRA DISSE QUE A FONO PODE ESTAR PEDINDO ESSES EXAMES QUAIS SERIAM OS TIPO DE EXAMES.ELA TEM MUITA DIFICULDADE EM ESCREVER E FALAR PRONUNCIAS COM SOM DO T,D,P,L,ESSAS SÃO AS QUE MAIS ERRA TANTO FAZ NA PRONUNCIA COMO NA ESCRITA COMO DIZEM SE FALA ERRADO ESCREVE ERRADO POR FAVOR ME AJUDEM. ME MANDEM UMA RESPOSTA DE AJUDA OBRIGADA SOU MARISSOL MAE DA VITORIA....

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Marissol,desculpe, removi seu comentário acidentalmente,mas já estou respondendo aqui.
Quanto à sua dúvida, não há exames de rotina que pedimos sempre.Investigamos queixas auditivas,neurológicas, digestivas, respiratórias,hormonais e emocionais e,quando necessário solicitamos exames.
Não é uma regra de que se a criança tem dificuldades na fala, terá na escrita.
Sugiro que você veja aqui no blog os artigos:
http://lugardafala.blogspot.com.br/2011/01/quantas-sessoes-de-fono-10-fatores.html
e
http://lugardafala.blogspot.com.br/2009/08/processamento-auditivo-duvidas.html
Um abraço e obrigada pela visita ao blog!
Volte sempre!!!

Roberta Kely V. Santos disse...

olá drªKátia, sou mãe do Allan ele fez recentemente 3ANOS É O MEU Caçula dos mais 2 filhos que tenho! ele não fala nada já fiz ressonancia magnética do crânio pedido pelo neuro,fiz o Bera,tudo normal!vou iniciar com a fono,só que estou preocupada pois ele chora muito principalmente em consultório! me auxilie por favor! obrigada

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Como vai, Roberta?
Algumas dificuldades necessitam mesmo de auxílio profissional. E você acertou em procurar ajuda de um fonoaudiólogo, pois o acompanhamento fonoaudiológico precoce, costuma produzir resultados também mais rápidos, de acordo com o caso.
Se você ficar tranquila e for preparando o Allan para a sessão fonoaudiológica, ele vai ficar bem. Esteja confiante e não faça comentários de que ele chora. Tenha uma atitude positiva diante do tratamento. Se ainda assim ele chorar, confie nas orientações da fonoaudióloga. Ela saberá lidar com a situação.
Um abraço e ótimo tratamento para o Allan!

keelton disse...

Ola, sou o kelton queria saber quais os exercicios para conseguir pronunciar a palavra R
tipo prefeitura o R naum sai ceerto fica a palavra L no lugar sabe o que devo faazer para melhor minha fala...?

Anônimo disse...

Boa Noite Dra Katia....gostaria de tirar umas dúvidas...tenho um filhinho de 4 aninhos...e ele tem um atraso na fala e não consegue pronunciar a letra L...inv´s de falar laranja ele fala aranja...estava levando ele a fono...minha dúvida é...a fono que tem que insentivar ele fazer os exercícios ou eu que tenho q insentivar e fazer em casa com ele...pq comigo ele não quer fazer os exercicios... eu achava q ele teria q ficar um tempo só com ela para fazer os exercicios...ou não?
me auxilie por favor - Ivonete

Anônimo disse...

Boa tarde,
meu filho tem 4 anos e não consegue falar palavras com R. Exemplo: prato - ele fala "plato", para - ele fala "pala" - prego - ele fala plego, mas palavras iniciadas em R, ele consegue falar direitinho, com "rat", raíva"... Eu gostaria de sabe se é necessário leva-lo a fono? E se há alguma forma que eu possa ajudálo em casa?

Adriana Leite

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá
A fonoaudióloga orientará sobre as formas da família ajudar a criança em casa. Durante a sessão terapêutica, a fonoaudióloga auxilia a criança na facilitação da expressão oral.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá
Você pode ver aqui no blog os artigos sobre como a família pode ajudar.Caso a criança não melhore, marque uma consulta com um fonoaudiólogo e siga suas orientações.
Agradeço a visita ao Lugar da Fala!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Como vai, Kelton?
Para conseguir falar "r" é necessário conseguir vibrar a ponta da língua. Caso não consiga, marque uma avaliação fonoaudiológica para ver quais os exercícios necessários.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala.

Anônimo disse...

olA EU GOSTARIA DE SABER O QUE EU FAÇO POIS MINHA FILHA NAO FALA O R, JA FAZ FONO A 2 ANOS MAS NAO RESOLVE.OBRIGADA

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia leitor (a) anônimo(a)
Fale com o(a) fonoaudiólogo(a) que atende sua filha, e ele(a) esclarecerá suas dúvidas, pois sua avaliação do caso poderá definir quais as dificuldades que impedem a evolução do tratamento.
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala!




Anônimo disse...

ola tenho 30 anos e troco r pelo l por exemplo prato = plato vice versa queria savber se existe agun exercicios fazer em casa para melhorar minha .

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, leia aqui no blog os textos sobre linguagem em adultos. Coloque na busca do blog "sou adulto" e também o texto "Indicações de exercícios fonoaudiológicos". Eles respondem às suas perguntas.
Agradeço a visita ao Lugar da Fala!

Anônimo disse...

Oi, boa tarde...
Gostaria de pedir uma ajuda para eu poder lidar com meu filho, pois o mesmo ainda não fala. Já fiz todos os exames cabíveis de audição e neurológicos e os mesmos não indicam nada, mais infelizmente a fala ainda não veio. Apenas ele balbucia algumas coisas, tipo nã que seria o não e papa... sendo empregado como papai e outras coisas...
Ele tem 03 anos e 04 meses, existe algum tipo de exercicio que possa estra trabalhando com ele?

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá,
Veja aqui no blog os artigos relativos à ajuda dos familiares, há boas dicas de atividades. Entretanto, em função da idade e do seu relato, recomendo também uma avaliação fonoaudiológica.
Agradeço a visita ao blog!

Anônimo disse...

Olá tenho um filho de 4 anos e ele não consegue pronunciar palavras com f ou com v.Será que existe algum problema ou será apenas uma fase?Obrigada

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia
Nesta idade, em geral, f e v já fazem parte do inventário fonético da criança.
Sugiro que seu filho seja avaliado por um fonoaudiólogo.
Obrigada pela visita ao blog!

Anônimo disse...

ola, sou leticia e tenho um serio problema com falas , por exemplo nao consigo falar uma palavra com tr e nem dr eu falo tles,dlagao , o que faço , tem tratamento sofro ate buling por causa disso me ajudem se puder responder ficarei feliz!!!

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Letícia
É claro que dificuldades articulatórias têm tratamento. Procure um fonoaudiólogo na sua região para que, na avaliação seja investigada a causa do problema: se muscular, linguística ou funcional e então seja definido o tipo de tratamento a ser realizado.
Boa consulta para você!
abraço e obrigada pela visita ao Lugar da Fala

Cristiane disse...

Olá, minha filha nasceu prematura. Fica com a língua pra fora.Fez exames e não deu nenhuma alteração cromossômica. Sei que ela deverá fazer tratamento com fonodiologa. Hoje ela tem 2 meses. Com quantos tempo devo procurar o tratamento? Cristiane

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Olá Cristiane
Marque uma consulta fonoaudiológica assim que possível. Na avaliação fonoaudiológica será possível verificar se já há aspectos respiratórios e de alimentação que o(a) fonoaudiólogo(a) talvez já possa ir lhe orientando.
Um abraço

marcela freitas disse...

Olá sou Marcela, filho tenho um de 3 anos e 2 meses, ele compreende tudo em sua volta, escuta bem ,porém ele só falava mamae, papai ,e ficava se comunicando muito por gestos.De alguns meses pra cá ele tenta falar ,mas ele fala assim :vovó (oó),tia (ia),já levei pra ser avaliado pela fono , e disse que ele tem alteração motora na lingua ,e passou fonoterapia ,pra ele, e exercicios ,mandou passar pelo neuro ,que ainda vou levar.
Pode ser problema neurologico ?ele já estuda desde o ano passado ,e tbm tá com dificuldade na coodernação motora .O tratamento é muito longo ? a fono passou 10 sessões.obrigado desde já .

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, Marcela
Sem conhecer e avaliar seu filho, não é possível comentar nada. A avaliação neurológica talvez traga outras informações, mas quem pode mesmo afirmar alguma coisa é a fonoaudióloga que o avaliou e está acompanhando. Leve todas as suas dúvidas e esclareça com ela para que você fique mais tranquila e possa contar com seu trabalho.
Um abraço e bom tratamento!

Francisco Junior Junior disse...

oie, meu nome é Francisco, eu tenho um problema desde a infancia tenho uma enorme dificuldade pra falar, falo ,meio enrolado eu engulo algumas letras, qual e o melhor tratamento que vc pode passar pra mim??
o que fazer para acabar de vez com essa dificuldade de fala que eu tenho....

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Oi Francisco
Leia os artigos recomendados no post acima. É só clicar no link.
Não deixe de procurar um fonoaudiólogo aí na sua região!
Obrigada pelo comentário!

rafayasmin freitas disse...

tenho um sobrinho de 3 anos e fala pouco estamos preocupados nos ajude.

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Há vários posts aqui no blog que orientam as famílias em como ajudar as crianças.
Fiquem à vontade para ler e usar as dicas.
Agradeço a visita ao Luga da Fala!

Anônimo disse...

Bom dia tenho uma filha. de 5 anos ela nao consegue falar o r quando a letra anterior e uma consoante ex: dragao,creme,brasil...ela fala dagao,basil...as outras como careta,,etc..ela fala normalmente existe alguma coisa que eu msm possa fazer para ajudar?trocar o r pelo d auxilia no entendimento dapronujcia?ex:cdeme
obrigada

Lugar da Fala - Fga Kátia disse...

Bom dia, leia aqui no blog:
http://lugardafala.blogspot.com.br/2010/10/indicacao-de-exercicios.html
Obrigada pela visita ao Lugar da Fala

«Mais antigas ‹Antigas   1 – 200 de 216   Recentes› Mais recentes»

Read in your language

Quem esteve aqui este mês